Assista às partidas dos clássicos trijatos 727 e MD-11 em Campinas dos últimos dias

O Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP), tradicionalmente conhecido pelo grande número de voos cargueiros estrangeiros diários, recebeu nos últimos dias as visitas de dois clássicos aviões de três motores que não operaram regularmente para o país, como você verá em vídeos nesta matéria.

O primeiro, no final de semana, foi o McDonnel Douglas MD-11, um modelo que por muito tempo operou regularmente para o Brasil e até nas frotas de empresas brasileiras, porém, atualmente apenas aparece em voos esporádicos sob demanda.

A operação foi da companhia aérea americana FedEx, que veio de Memphis para Campinas com o MD-11F de matrícula N617FE na sexta-feira, dia 15, pousando por volta das 18h30. O trijato permaneceu em solo até o sábado, 16, partindo por volta das 13h00.

A subida logo após a decolagem, embora gravada um pouco distante do aeroporto, ainda permite ver o bonito avião ganhando altura e fazendo a primeira curva após a partida, conforme o vídeo a seguir:

Depois do MD-11, foi a vez do trijato de menor porte, o Boeing 727, aparecer de surpresa em Viracopos no final do domingo, dia 17, em uma operação originalmente prevista para ser feita com um Boeing 737-200 cargueiro.

Operado pela colombiana Aerosucre, o 727-200F de matrícula HK-5239 pousou por volta das 19h30 do domingo, vindo da Colômbia com uma parada na Bolívia. Ficou em Viracopos até a segunda-feira, dia 18, partindo por volta do meio-dia.

A decolagem do raro visitante foi filmada de uma posição bem próxima à pista, como você confere na gravação a seguir:

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

photo of drone during dawn

Começa amanhã o evento brasileiro online sobre Sistemas de Aeronaves Não...

0
O foco será compartilhar conhecimentos e disseminar a importância da utilização profissional e responsável das aeronaves não tripuladas.