Astrofísico mais famoso do mundo pede que brasileiros tenham orgulho da Embraer

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

O astrofísico mais conhecido e renomado do mundo (ainda vivo), Neil deGrasse Tyson, enviou uma carta ao Brasil, pedindo que os brasileiros valorizassem a sua tecnologia, começando pela Embraer.

Fotos – Divulgação – Embraer e Neil deGrasse Tyson

Neil é um dos mais renomados astrofísicos do mundo, tendo comandado comissões da NASA para exploração no espaço, liderado estudos em universidades como Princeton e outros institutos e, além disso tudo, é um ótimo orador.

Você provavelmente já viu ele falando em algum canal da TV fechada, como National Geographic, History Channel ou PBS. A capacidade de transmitir um conhecimento tão complexo de forma simples e cativante é o um de seus maiores trunfos, que faz com que suas palestras, livros e documentários sejam bastante famosos.

No mês de setembro, ele fez uma carta direcionada ao Brasil em seu site, e compartilhou-o dias atrás em sua página no Facebook. O conteúdo dela já era um pouco conhecido de alguns, mas parece que Neil demonstrou um interesse maior no país, que nunca conheceu, mas disse que quer fazê-lo assim que possível.

Embraer E175 da American Eagle

Na carta, Neil fala que os brasileiros deveriam saber mais de suas conquistas, estampando os dizeres “Fabricado no Brasil” no seu produto.

Metade das vezes que embarcamos em voos domésticos (regionais) da American Airlines ou de outras companhias aéreas, viajamos num avião da Embraer. Tudo bem, o folheto com instruções de segurança traz impresso nele o nome Embraer. Nós podemos até achar Embraer escrito em letras miúdas em algum lugar da fuselagem. Mas quase nenhum de nós sabe que a aeronave é projetada e fabricada no Brasil“, afirma Neil.

Abaixo, está um vídeo antigo dele citando a Embraer pela primeira vez.

Voltando à carta. O astrofísico elogia Santos Dumont e sua importância para o país e a indústria. “Mas, espere. Um dos grandes pioneiros nos primórdios da aviação era brasileiro. Engenheiro brilhante e inventivo, altamente condecorado, Alberto Santos-Dumont liderou a transição mundial do transporte aéreo mais leve que o ar para o mais pesado que o ar. O valor de uma semente cultural como essa, plantada no nascimento de uma indústria, é incalculável“, diz o Astrofísico.

Neil também cita o Astronauta Marcos Pontes, hoje Ministro da Ciência e Tecnologia: “Para que ninguém se esqueça, o primeiro (e único) astronauta sul-americano foi um engenheiro aeronáutico brasileiro. E quando se deu o lançamento de sua missão? Em 2006, ano do centenário do primeiro avião bem-sucedido de Santos-Dumont. E o que ele levou para o espaço? Uma bandeira do Brasil e uma camisa da seleção brasileira de futebol“.

Por fim, o astrofísico fala que o país precisa focar na política STEM – sigla em português para Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Nos EUA, o governo e a sociedade têm se voltado a isso nos últimos anos, pegando pesado no investimento para focar a educação nestas quatro matérias, que são a chave para o desenvolvimento.

Os países que mais passam por dificuldades no mundo tendem a ser aqueles com baixos níveis de instrução e com ausência de STEM em sua cultura. Você tem os recursos e o legado para liderar toda a América Latina, se não o mundo, no que um país do futuro deveria ser — e no que um país do futuro deveria aspirar ser. Se você abraçar e apoiar suas indústrias STEM e o setor de tecnologia inteiro, então os sonhos dos alunos em toda a cadeia educacional não terão limites, conforme eles forem introduzidos num mundo em que “construir foguetes” é o que alimenta as ambições da sociedade“, conclui Neil.

A carta na íntegra, tanto em português como em inglês, pode ser conferida clicando aqui ou no link abaixo:

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Vídeo mostra caça F-5 fazendo passagem baixa em Brasília lado a...

0
Dois dos principais vetores da Força Aérea Brasileira (FAB) fizeram um voo de ala em Brasília recentemente, e um passageiro flagrou tudo.