Ataque de laser força B787 a voltar com piloto enxergando apenas com um olho

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Um voo de Londres, na Inglaterra, para Tel Aviv, em Israel, precisou dar meia volta e retornar para o Aeroporto de Londres-Heathrow, após um incidente no qual alguém apontou um laser para a aeronave, atingindo a cabine e os pilotos.

Laser iluminando a cabine de uma aeronave – Imagem ilustrativa

O caso se deu com o voo VS453 da Virgin Atlantic, que parte regularmente 4 vezes por semana sempre à noite e que é operado por aeronaves modelo Boeing 787-9 Dreamliner, quando estava fazendo a rota de Londres para Israel na segunda-feira, 15 de março, em um trajeto que duraria pouco mais de 4 horas. Mas, durante a subida inicial, o avião foi atingido na cabine por um feixe de laser.

O feixe acabou atingindo os olhos dos pilotos, colocando todos os tripulantes e passageiros em risco. Segundo o Aviation Herald relatou, os tripulantes inicialmente continuaram o voo, porém, o comandante começou a se sentir “cada vez mais desafiado” com a situação de sua visão por consequência do ocorrido.

Depois de quase uma hora de voo, quando já no nível de voo de 41 mil pés voando nos céus de Paris, a tripulação resolveu então declarar “PAN PAN” ao controle de tráfego aéreo (ATC) e o voo que havia decolado às 21:30 realizou meia volta e retornou para o aeroporto de partida.

Voo VS453
O Boeing 787 sendo direcionado de volta para Londres – Imagem: RadarBox

Segundo a tripulação, o PAN PAN (situação de urgência que requer atenção) foi declarado porque o comandante estava enxergando apenas com um dos olhos.

A aeronave pousou em segurança cerca de 1 horas e 15 minutos depois de decolar, deixando apenas como saldo negativo o atraso de quase 13 horas. Além de informar ao ATC, a tripulação reportou rapidamente a ocorrência à polícia, e o infrator que estava apontando o laser foi preso.

Conforme relatamos aqui no AEROIN, mesmo com a grande redução no número de voo devido à crise aérea, casos de laser apontado para aviões subiram em 2020 nos EUA. Segundos dados, foram relatados à FAA por pilotos mais de 6.852 ataques de laser, resultando em um aumento de 11,7% frente aos 6.136 ataques relatados em 2019.

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias