Ativada a Base Aérea de Combate a Incêndios Florestais em Sorriso-MT

Imagem: Prefeitura de Sorriso

Foi ativada na manhã de ontem, 26 de julho, a Base Aérea de Combate a Incêndios Florestais (CIF) de Sorriso – Temporada 2021. A partir de hoje, duas aeronaves do modelo Air Tractor 802F, com capacidade de transporte de três mil litros de água para combate aéreo de grandes extensões, estarão atuando como suporte a incêndios florestais.

O Aeroporto Adolino Bedin, de Sorriso, no Mato Grosso, é o local da sede do hangar do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) e do Grupo de Aviação Bombeiro Militar (GAvBM).

De acordo com o comandante geral do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso, coronel BM Alessandro Borges Ferreira, as aeronaves disponibilizadas são as mais eficazes para a ação. “Uma delas é do Corpo de Bombeiros e a outra foi locada pelo Estado”, explica.

O coronel frisa que mais duas bases como essa também vão operar no Estado. “A base sediada em Sorriso irá atender a região Norte e a Amazônia Legal”, detalha. Além desta, Santo Antônio do Leverger sediará uma base que atenderá o Pantanal e as regiões Sul e Oeste do Estado e a terceira base, que será instalada em Água Boa, atenderá a região do Araguaia e os demais locais do Mato Grosso.

Imagem: Prefeitura de Sorriso

Segundo Alessandro, em 2020 o Estado investiu R$ 50 milhões no combate a incêndios florestais e neste ano já foram investidos R$ 73 milhões. “Ano passado tivemos uma estiagem intensa e que está se repetindo em 2021”, pontua. Só no primeiro semestre de 2021, foram catalogados 470 focos de incêndio no Estado; no período, o Corpo de Bombeiros já aplicou R$ 30 milhões em multas. 

“Aproveitamos para agradecer o apoio do prefeito de Sorriso, Ari Lafin, e do prefeito Miguel Vaz, de Lucas do Rio Verde, que estiveram presentes no evento e têm nos apoiado continuamente”, pontua Alessandro.

O prefeito de Sorriso pontua que as entidades estão unidas para cuidar e preservar. Ari apresentou o Comitê Integrado de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais e Urbanos criado por Sorriso em abril.

Imagem: Prefeitura de Sorriso

Sabemos o quanto esse período é crítico. Estamos pensando na preservação ambiental, no agronegócio sustentável. Mas vai além disso: precisamos que todos tenham consciência ambiental e não provoquem incêndios, quer seja urbano ou florestal, pois temos também os prejuízos à saúde da população com muitas pessoas, principalmente crianças e idosos, sofrendo com a fumaça”, acrescenta Ari.

“A intenção é atuar tanto na prevenção de incêndios por meio da sensibilização de toda a comunidade, como também agir de maneira articulada e imediata no combate a possíveis incêndios em parceria com os órgãos competentes, produtores rurais e Sindicato Rural”, detalha. Para o prefeito, a preservação da floresta é indispensável para o agronegócio, e este só é rentável quando alicerçado nos princípios da sustentabilidade.

Imagem: Prefeitura de Sorriso

Também presente no evento, o secretário-adjunto de Defesa Civil do Estado, coronel BM César Brum, pontua que este é um trabalho realizado em parceria. “É um conjunto de esforços entre a Prefeitura, que disponibilizou o local para a Base e que vem dando a manutenção, e o Governo do Estado, que irá investir R$ 7 milhões na contratação de 700 horas de voo para combate a incêndios nesta região”, detalha.

Também acompanharam o evento o coronel BM Giovane Eggers, responsável pelo Comando Regional III; a tenente-coronel BM Daniele Cristina Lima Ferreira, chefe de Estado Maior do Corpo de Bombeiro Militar de Rondônia;  além de demais autoridades do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso e das forças policiais civil e militar do Estado; Defesa Civil Municipal; vereadores e representantes de entidades de classe.

Informações da Prefeitura de Sorriso

Leia mais:

Juliano Gianotto
Ativo no Plane Spotting e aficionado pelo mundo aeronáutico, com ênfase em aviação militar, atualmente trabalha no ramo de fotografia profissional.

Veja outras histórias