Início Aeroportos Atualizadas as orientações aos aeroportos para a retomada após a crise

Atualizadas as orientações aos aeroportos para a retomada após a crise

Desembarque Aeroporto Internacional de Viracopos

O Conselho Internacional de Aeroportos (Airports Council International /ACI World) publicou hoje, 2 de agosto, orientações atualizadas para aeroportos com o objetivo de apoiar a recuperação da pandemia da Covid-19 e seu impacto nas operações.

Uma vez que a indústria se organiza para viver uma recuperação de longo prazo, a terceira edição do Airport Operations Business Restart and Recovery foi rebatizada como Airport Operations and Covid-19: Business Recovery.

O ACI não apenas atualizou suas orientações sobre as medidas práticas e eficientes de saúde e medidas operacionais que podem ser introduzidas no suporte a uma viagem segura, como também ampliou as orientações para incluir informações sobre certificados de saúde e vacinação, bem como a gestão de risco no retorno às operações, com foco particular em fatores humanos durante a retomada.

“Nos últimos 15 meses, o ACI trabalhou com governos, organizações internacionais e parceiros da indústria para encaminhar as demandas do setor da aviação, em um esforço de mitigar os efeitos da pandemia e trazer de volta a prosperidade e dinâmica dos negócios”, afirmou o diretor-geral do ACI World, Luís Felipe de Oliveira.

“Os aeroportos têm demonstrado resiliência e habilidade consideráveis no desenvolvimento de procedimentos para ajudar os passageiros a se sentirem protegidos, e o ACI promove os interesses dos aeroportos na comunidade global, que vai muito além da aviação. O Programa de Credenciamento de Saúde Aeroportuária do ACI (ACI Airports Health Accreditation) é um exemplo claro do nosso compromisso compartilhado de priorizar a saúde, a segurança e a experiência do cliente nesta trajetória de retomada”, completou Oliveira.

O ACI World espera que o retorno aos negócios da indústria ocorra em três fases:

1. (Fase atual) Recuperação de viagens domésticas principalmente, com lento aumento no volume de passageiros;

2. Aumento gradual da capacidade com base na demanda de passageiros; e

3. Retorno ao volume normal de passageiros.

“Com o avanço da vacinação em todo o mundo e o afrouxamento das restrições às viagens, chegou a hora da recuperação dos negócios aeroportuários. As orientações atualizadas ajudarão os aeroportos a aproveitar o momento. Elas abrangem todos os aspectos da gestão e operação aeroportuária para ajudar os operadores a escolher e implementar medidas que possam ser apropriadas de acordo com as circunstâncias locais”, disse Oliveira.

“O ACI continua defendendo a importância do apoio e assistência às políticas governamentais para buscar uma abordagem coordenada e baseada nos riscos, combinando testes e vacinação para promover viagens quando a situação epidemiológica permitir”, finaliza o diretor.

A terceira edição desta publicação foi patrocinada pela Honeywell, que contribuiu com novos capítulos sobre soluções tecnológicas para aeroportos saudáveis.

No início deste ano, a Organização da Aviação Civil Internacional (OACI) publicou uma orientação atualizada, para a qual o ACI deu sua contribuição, ajudando a garantir o alinhamento global.

A Força-Tarefa de Recuperação de Aviação do Conselho da ICAO publicou então suas recomendações de política aos governos, o Documento de Orientação de Decolagem e o Manual sobre Testes Transfronteiriços e Gestão de Risco.

Para acessar os documentos, visite o site do ACI World clicando aqui.

Sair da versão mobile