Início Acidentes e Incidentes Áudio capta comunicação do piloto com a Torre de Campinas ao atingir...

Áudio capta comunicação do piloto com a Torre de Campinas ao atingir pássaro na decolagem

E195-E2 que protagonizou o incidente hoje em Campinas (SP)

Mais uma interessante situação em que se pode acompanhar os detalhes da comunicação entre piloto e Controle de Tráfego Aéreo em um incidente operacional, neste caso de impacto de aeronave com pássaro, o chamado “bird strike”, foi registrada na tarde desta terça-feira, 29 de junho, no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas (SP).

Conforme você acompanhou na gravação acima, do canal de Eduardo Cavallini no YouTube, a sequência começa com um dos pilotos do voo “quatro uno meia cinco” (4165) da Azul Linhas Aéreas informando à controladora de tráfego da Torre de Viracopos que ele já estava no ponto de espera para ingressar na cabeceira 33 da pista do aeroporto. Ele é então instruído a manter a posição, uma vez que outra aeronave pousaria antes de sua decolagem.

O voo 4165, que liga Campinas a Navegantes (SC), foi cumprido hoje pela aeronave registrada sob a matrícula PS-AEA. Trata-se do Embraer E195-E2 que leva por todo o país a cor rosa da campanha Outubro Rosa de prevenção ao Câncer de Mama, conforme você viu no início desta matéria.

Depois, logo na sequência da gravação, ouve-se o chamado (em inglês) do piloto do voo 7602 da Cargolux, um Boeing 747-400F que se aproximava para pouso pela pista 33, proveniente de Luxemburgo, na Europa.

Depois do pouso do Jumbo cargueiro, ouve-se a controladora da Torre autorizando o voo 4165 a ingressar na cabeceira 33 para sua decolagem, enquanto o 747 vai livrando a pista rumo ao pátio de Viracopos.

Mais alguns instantes na gravação e é possível ouvir a controladora dando a liberação de decolagem aos pilotos do PS-AEA, e depois informando a frequência do controle de saída da terminal São Paulo.

Ao confirmar (cotejar) a instrução para a frequência “um três dois uno” (132.1) do controle, o piloto da Azul então avisa sobre o incidente: “Informa que pegou bird strike assim que saiu do solo, Azul quatro uno meia cinco, no vidro”, ao que a controladora de tráfego agradece pela informação.

Após entrar em contato com o controle de saída e receber as informações para a continuidade de seu voo, o piloto é indagado pela segunda controladora de tráfego aéreo sobre o bird strike, pois esta foi informada pela controladora de Viracopos.

O piloto confirma a informação, e reforça que foi apenas um impacto no vidro, sendo que não houve nenhuma consequência para a fuselagem do Embraer E195-E2.

Embora o incidente não tenha afetado a aeronave e o voo tenha prosseguido até seu destino, o aviso do piloto à controladora de tráfego é importante por dois motivos principais: primeiro, para que o aeroporto possa inspecionar a pista e verificar a necessidade de retirada da ave atingida, e segundo, para que a ocorrência seja registrada e permita um levantamento estatístico de risco de bird strike, com objetivo de medidas preventivas pelo aeroporto se houver tal necessidade.

Caso você goste e queira acompanhar as comunicações de rádio das operações do Aeroporto de Viracopos, o canal de Eduardo Cavallini disponibiliza a transmissão ao vivo, conforme você ouve no player a seguir:

Sair da versão mobile