Austrália envia Airbus A319 em resgate médico de emergência na Antártica a pedido dos EUA

A Austrália precisou fazer uma desafiadora missão de resgate no severo frio da Antártica em função de um cidadão norte-americano em condições críticas de saúde.

Avião Airbus A319 SkyTraders Missão Resgate Antártica
O Airbus A319 na Antártica – Imagem: Divisão Antártica Australiana

O Programa Antártico dos EUA foi quem pediu ajuda à Austrália nessa sexta-feira, 13 de março, e uma equipe médica foi transportada a bordo de um Airbus A319 da Skytraders.

O jato partiu de Hobart, na Tasmânia, para a base McMurdo dos EUA, na Antártica Oriental, para pegar o homem e levá-lo para Christchurch, na Nova Zelândia.

A Divisão Antártica Australiana afirmou neste sábado que “foi uma corrida de misericórdia em condições desafiadoras de inverno.”

O gerente geral australiano de operações e segurança da Antártica, Charlton Clark, disse que foi um esforço excepcional para garantir que a missão transcorresse sem problemas. “As condições no solo eram desafiadoras. Quando o Airbus pousou na estação McMurdo, estava em torno de 30 graus Celsius negativos com vento frio”.

A operação foi bastante incomum porque nesta época do ano a maioria das nações antárticas já encerrou as operações para o inverno.

Devido à confidencialidade médica, as autoridades dos países envolvidos recusaram-se a revelar detalhes da pessoa, informando apenas que se tratava de um expedicionário e que “não há preocupações com a saúde pública”.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduado em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Avião Embraer E-Jet E-195 Azul

Azul espera operar 505 voos diários para 89 destinos em outubro

0
Fortalecendo sua malha doméstica, a Azul adiciona novas rotas domésticas partindo de Campinas. Seguindo todos os protocolos e medidas de higiene