Avianca Argentina receberá dois A320 para voos a São Paulo neste ano

O presidente da Avianca Holdings, Germán Efromovich, afirmou que a Avianca Argentina receberá neste último trimestre de 2018 duas aeronaves Airbus A320. Ambas serão alocadas para voos diários entre Buenos Aires e São Paulo.




Avião Airbus A320 Avianca

A320 da divisão brasileira da Avianca

Não há informações sobre uma data precisa, mas está confirmado que será ainda em 2018. A companhia também irá incorporar mais três ATR-72 para consolidar operações domésticas. Efromovich afirmou: “Tudo está certo, as aeronaves estão prontas para irem para a Argentina”.

“Será um marco importante para a empresa e está em linha com nosso plano de crescimento. Graças ao trabalho desenvolvido pelo governo e pela equipe do Ministério dos Transportes, com novas políticas de aviação comercial, continuaremos a crescer em 2019, com expansão de frota e possíveis novos destinos”, disse Carlos Colunga, CEO da empresa.

Como a empresa tem um acordo de codeshare com a Avianca Brasil, os passageiros terão acesso à rede nacional e internacional da empresa brasileira, com opções de conexão para 25 destinos no Brasil e quatro no exterior – Nova York, Miami, Santiago Chile e Bogotá – a partir do Aeroporto Internacional de Guarulhos.

Avião ATR 72 Avianca Argentina

ATR-72 da Avianca Argentina

O novo voo também permitirá conexões no sentido contrário para outros destinos de Buenos Aires, já que a Avianca Argentina opera para Reconquista, Mar del Plata, Santa Fé e Rosário.

Atualmente, a Avianca Argentina possui duas aeronaves ATR-72-600 para realizar suas operações domésticas e, nas próximas semanas, receberá os dois Airbus A320.

Entre janeiro e agosto, a empresa teve um crescimento acumulado de 38% na oferta de assentos e um aumento de 19% nas taxas de ocupação.

 
Informações pelo Clarín e pelo Blue Swan Daily.
 




SKY recebe 1º A320neo e tem passagens do Rio para o Chile por R$180

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.