Avianca consegue acesso a crédito de US$ 2 bi para se reestruturar

A Avianca Holdings anunciou na segunda-feira (5) que recebeu a aprovação do Tribunal de Falências dos EUA para acessar seu financiamento do modelo “devedor em posse” (“DIP”), que totaliza mais de US$ 2,0 bilhões. Tal aprovação é um marco importante no processo de recuperação da empresa.

Adrian Neuhauser, Diretor Financeiro da Avianca disse: “a aprovação do pacote de financiamento DIP é um marco significativo e um passo importante para a Avianca. Gostaríamos de agradecer novamente aos nossos credores por seu apoio e confiança no sucesso futuro da Avianca. Continuamos a trabalhar em nosso plano operacional para emergir desse processo como uma companhia aérea mais forte e eficiente, e esperamos apresentar novidades ao Tribunal dos Estados Unidos à medida que avançamos no processo do Capítulo 11”.

Anko van der Werff, presidente e CEO da Avianca, acrescentou: “Com a aprovação do Tribunal dos EUA para ter acesso total a este financiamento, a Avianca passa a ter ampla liquidez para apoiar nossas operações enquanto continuamos voando e atendendo aos clientes. À medida que as restrições do COVID começam a diminuir, temos o prazer de retomar com segurança os voos de passageiros para 21 cidades na Colômbia e 14 destinos internacionais e esperamos adicionar mais destinos para atender às necessidades de viagem de nossos clientes nos próximos meses. Agradecemos aos nossos clientes por sua fidelidade e permanecemos firmes em nosso compromisso de conectar pessoas, famílias e negócios em toda a América Latina por meio do processo do Capítulo 11”.

Aspectos financeiros

Conforme anunciado anteriormente em 21 de setembro de 2020, o financiamento DIP da companhia totaliza aproximadamente US$ 2,0 bilhões, consistindo de um financiamento sênior garantido da Tranche A de US$ 1,27 bilhões e um empréstimo subordinado garantido da Tranche B de US$ 722 milhões. O financiamento DIP inclui aproximadamente US$ 1,2 bilhão de novos fundos (US$ 881 milhões na Tranche A e US$ 336 milhões na Tranche B). O financiamento continua sujeito à ordem do juiz no Tribunal dos Estados Unidos e a certas condições precedentes, todas as quais devem ser satisfeitas na próxima semana.

A Seabury Securities LLC está atuando como banco de investimentos e consultor financeiro da Avianca. O Goldman Sachs Lending Partners LLC e o JPMorgan Chase Bank estão atuando como co-coordenadores e corretores dos empréstimos DIP na Tranche A. O Milbank LLP está atuando como consultor jurídico da Avianca.

Informações adicionais sobre o financiamento DIP e o processo do Capítulo 11 estão disponíveis no site da Avianca (www.aviancaholdings.com).

Informações da Avianca

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

China tenta comprar aeroporto na Europa, próximo ao Polo Norte

0
As Forças de Defesa Finlandesas rejeitaram uma oferta do Instituto Chinês de Pesquisa Polar de comprar ou alugar o aeroporto de Kemijärvi