Avianca faz voo comercial mais longo de sua história; direto de Tóquio para Bogotá

Avião Boeing 787-8 Dreamliner Avianca
Boeing 787-8 da Avianca

A Avianca Colombia fez história nesta quinta-feira (18), após cumprir um voo sem escalas entre Tóquio, no Japão e a capital colombiana, Bogotá. A operação fez parte de um voo cargueiro com objetivo de buscar cargas médicas na China.

Segundo dados do FlightRadar24, foram 14 horas e 50 minutos de voo ininterrupto entre os aeroportos de Narita e El Dorado, operado pelos Boeing 787-8 Dreamliner, de matrícula N793AV. No total, foram voados 14.267 quilômetros.

Esse foi o voo de volta de uma jornada que começou no final de semana passado. Na ida, a aeronave fez escalas em Los Angeles e Tóquio, antes de seguir para a China. Na volta, que teve início em Xangai, houve apenas a escala em Tóquio, antes do voo seguir para a Colômbia.

FR24

No geral, esse é o segundo voo mais longo de sua história, sendo superado apenas pela rota entre Bogotá e Abu Dhabi, que é usada pela empresa quando necessita realizar a manutenção de seus Dreamliners ao mesmo centro de serviços que a Latam usa para seus triplo-setes. Os voos entre Bogotá e os Emirados levam 16 horas e voam mais de 14,5 mil quilômetros.

A diferença é que os aviões vão até Abu Dhabi vazios, apenas com os pilotos e, portanto, não pode ser considerado um voo comercial (não gera receita, apenas custos). Nesse caso, o voo de ontem pode ser considerado o mais longo da história da Avianca Colombia.

https://www.aeroin.net/piloto-video-denuncia-seguranca-retaliacao/
Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Avião Elétrico ERA AKKA AURA

Aeronave “ERA” conquista intenção de compra de 200 unidades

0
A fabricante, com sede em Toulouse, é uma empresa aeroespacial de 3 anos que desenvolve projetos totalmente digitais de aeronaves elétricas.