Avianca Colômbia reduz encomenda de Airbus e posterga entregas

A Avianca Colômbia (Holdings) chegou a um acordo com a Airbus após anunciar em dezembro passado que estaria negociando com a fabricante europeia para uma redução de encomendas.

A empresa registrada no Panamá mas com sede administrativa na Colômbia é o resultado da fusão da Avianca + TACA. Originalmente a empresa tinha encomendado 100 aeronaves Airbus A320neo e recebeu sete delas segundo dados de fevereiro da Airbus.

Agora o total de encomendas vai para 83 aviões, sendo que 35 destes serão entregues entre 2026 e 2028 ao contrário do previsto inicialmente de 2020~2022.

Já o pedido de 17 Airbus A321neo (dois já entregues) e os 20 A319neo encomendados seguem sem alteração. Essa redução irá diminuir a despesas do capital da Avianca Colômbia em $350 milhões de dólares nos próximos três anos segundo a analista Ghim-Lay Yeo da Flight Global.

Segundo o CEO Hernán Rincon, a redução foi feita para readequar a previsão de crescimento da empresa, que ainda continuará crescendo mas não no ritmo calculado anteriormente. Agora a Holdings irá focar mais em lucro que expansão

“O ritmo da tecnologia está mudando, irá demorar um pouco para recebermos todas as encomendas e não queremos um compromisso para aviões com a tecnologia de hoje que só receberemos daqui 10 ou 15 anos”, declarou o CEO em referência a possível tecnologia “atrasada” caso recebessem todos os aviões.

Brasil

Por sua vez as encomendas da Avianca Brasil que está em recuperação judicial e deve ser parcialmente vendida nos próximos meses, se mantém inalteradas.

Segundo dados da Airbus, a empresa brasileira ainda possui 52 A320neos e 10 A350-900 para serem entregues. Provavelmente estas entregas estão sendo postergadas ou podem ser canceladas, tudo depende do que acontecer nos próximos capítulos da RJ da empresa.

Vale lembrar que a Avianca Holdings é composta pela Avianca Cargo, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Honduras, Nicarágua, Peru e Guatemala. Atualmente 60% da Holdings pertencem aos irmãos Efromovich, que por sua vez são os únicos donos da Avianca Brasil e da Avianca Argentina.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos