Avianca investigará ex-executivo que esteve metido com os rolos da Airbus

Após o recente acordo anunciado entre a Airbus e autoridades da França, do Reino Unido e dos Estados Unidos sobre práticas comerciais corruptas, a Avianca Holdings informou que contratou uma auditoria independente para investigar e entender o que aconteceu na empresa antes de março de 2016.

Nesta segunda-feira, 3 de fevereiro, a empresa sediada na Colômbia anunciou que contratou os serviços da Ropes & Gray, um dos principais escritórios de advocacia internacionais, para conduzir uma investigação interna independente sobre seu relacionamento com a fabricante europeia a fim de verificar se foi vítima de irregularidades.

Tudo indica que será realizada uma análise forense, com investigações de caixas de e-mails e chats internos, inclusive de executivos da época, buscando indícios de relações maliciosas com a fabricante europeia, que está enfiada num escândalo de troca de favores para o fechamento de negócios com diversas empresas do mundo.

A empresa diz em seu comunicado que tomará todas as ações legais necessárias para defender os interesses da companhia e de seus acionistas, e colaborará plenamente com todas as autoridades relevantes da França, dos Estados Unidos, do Reino Unido e de outros países, conforme apropriado.

“A divulgação da Airbus contém informações profundamente preocupantes sobre supostas ações de um indivíduo na Avianca, no período anterior a março de 2016. Nossa atual equipe de gestão rejeita veementemente qualquer conduta que não reflita integridade e transparência nos negócios em geral, e em particular para a Avianca.

Tomaremos todas as medidas necessárias para defender os interesses da Companhia, trabalhando em conjunto com as autoridades competentes”, enfatizou Anko van der Werff, presidente e CEO da Avianca Holdings.

Atualmente, a frota do grupo Avianca possui 78 aeronaves da Airbus. Embora o trabalho esteja no início, é sabido que, na época alegada, ainda existia a Avianca Brasil, mas não se sabe se ela foi afetada pelos relacionamentos maliciosos.

Carlos Ferreira

É profissional de marketing e pesquisador de temas relacionados à aviação há quase duas décadas. Leva a câmera fotográfica para onde vai e faz mais fotos de aviões do que dos passeios. Responsável pela linha editorial da revista eletrônica AEROIN.net.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.