Avianca sai ganhando após Delta investir na LATAM

Parece uma grande bagunça sem lógica. Uma gigante empresa aérea dos Estados Unidos investe em uma grande empresa aérea da América Latina, e quem se beneficia é outro grupo da América Latina, concorrente direto da anterior. Estranho, não é mesmo?! Entenda a seguir!

Avião Airbus A330 Avianca

Na data de ontem, 26 de setembro, a Delta Air Lines anunciou investimento de 20% no grupo LATAM, em uma ação um tanto quanto surpreendente, uma vez que a Delta vinha há anos construindo parcerias com a Gol.

A companhia disse que espera abandonar sua participação na Gol, que concorre com a LATAM no Brasil. O último relatório financeiro anual da Delta mostrou que ela tinha 9% na Gol.

Então, a princípio, tudo normal em relação às ações dessas duas companhias nas bolsas de valores.

Os preços das ações da LATAM no after market dispararam diante de injeção de capital, e as ações da Gol despencaram diante do reforço ganhado pela concorrente. Nas telas abaixo, veja as cotações na linha de “after hours” da LATAM e da Gol, com crescimento de 44,28% e queda de 9,98%, respectivamente.

LATAM Aitlines Group Stocks Chart LTM

Gol Linhas Aéreas Stocks Chart GOL

Por outro lado, parecendo algo totalmente sem lógica, as ações do grupo Avianca, que também concorre diretamente com a LATAM, operam com perspectiva de forte alta de mais de 8% para esta sexta-feira. Veja na tela abaixo.

Avianca Holdings Stocks Chart AVH

Então, por que alguém estaria mais disposto a investir em uma empresa quando sua concorrente direta acaba de ter ótimas perspectivas de evolução?

Por incrível que pareça, a reposta vem pela análise de uma outra concorrência direta fora da América Latina.

O grupo Avianca vem recebendo investimentos da United Airlines, que inclusive expulsou o antigo presidente Germán Effromovich de seu cargo na empresa colombiana diante dos problemas financeiros que o mesmo não conseguia administrar.

E como concorrentes diretas nos Estados Unidos, os investidores esperam que a United reforce sua participação na Avianca para fazer frente ao investimento da Delta na América Latina.

É diante dessa perspectiva que o mercado financeiro tem enxergado na Avianca uma boa opção para fazer suas apostas, inclusive porque a dispara dos preços das ações da LATAM já torna menos convidativo o investimento nesta.

Aguardemos a abertura das negociações nesta sexta-feira para ver até que ponto os preços efetivos das ações replicarão os movimentos prévios verificados desde ontem.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.