Avianca e United incluem a Copa nas discussões sobre joint venture

A Copa Airlines foi acrescentada às negociações para um potencial negócio conjunto envolvendo a Avianca Holdings e a United Airlines, fortalecendo uma possível parceria que estaria melhor posicionada para competir com parcerias semelhantes emergentes na América Latina.




A Avianca disse em uma declaração de bolsa de valores que tem estado em discussões com a United e a Copa sobre a “possibilidade de estabelecer um acordo comercial conjunto (joint venture)” que incluiria suas redes combinadas entre os EUA e a América Latina. Todas as três companhias aéreas são membros da Star Alliance. “Ainda não podemos garantir se as partes finalizarão o acordo”, disse a Avianca.

A Copa e a United são parceiras de longa data, desde os dias em que a Continental Airlines, absorvida pela United, detinha uma participação na companhia aérea panamenha. Em 2016, a Copa e a United renovaram sua aliança por pelo menos cinco anos.

O presidente-executivo da Copa, Pedro Heilbron, se recusa a comentar o assunto. A United ressalta a declaração da Avianca, acrescentando que uma possível parceria com a Avianca e a Copa “aumentaria as redes conjuntas entre os Estados Unidos e a América Latina”.

A Avianca e a United estão em negociações para uma joint venture desde o início de 2017, mas as discussões ainda não produziram um acordo. A escolha da Avianca pela United como parceira estratégica – supostamente desconsiderando Copa e Delta Air Lines – não ocorreu sem controvérsia.

O maior acionista minoritário da Avianca levou a companhia aérea e a United ao tribunal em fevereiro de 2017, buscando bloquear a parceria proposta. O processo provocou um contra-processo da Avianca, mas ambos os lados concordaram em novembro de 2017 em suspender a ação judicial entre si.





A atividade de joint venture de companhias aéreas deverá se aquecer na América Latina nos próximos anos, com várias parcerias desse tipo em andamento. A LATAM Airlines Group está buscando acordos com a American Airlines e IAG, enquanto a Azul está trabalhando em uma joint venture com a parceira TAP Portugal e também manifestou interesse em uma parceria mais profunda com a United.
Informações do Flight Global.

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.