Avianca vai levar, de graça, 50 toneladas de ajuda a toda a América do Sul

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Avianca Cargo informou em nota que assinou seu primeiro acordo de parceria com a Airlink, organização sem fins lucrativos de resposta a desastres. No acordo, a empresa promete transportar gratuitamente 50 toneladas de ajuda humanitária ao longo de 2021.

A Avianca Cargo opera uma rede que conecta a América Central, América do Sul e Caribe aos Estados Unidos e Europa por meio de hubs em Miami e Bogotá. O acordo permitirá que a organização sem fins lucrativos Airlink apoie os esforços de ajuda humanitária na América Central e do Sul ao longo do ano. 

Furacões Eta e Iota

Sob o novo acordo, a Airlink, sua parceira sem fins lucrativos AFYA Foundation e a Avianca Cargo já conduziram seu primeiro projeto, transportando toneladas de Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e kits de higiene para apoiar as comunidades devastadas pelos furacões Eta e Iota na Guatemala. O uso de EPI e a lavagem regular das mãos são recomendados pelas Nações Unidas como formas de limitar a disseminação da Covid-19. 

“Estamos satisfeitos por termos firmado esta parceria com a Airlink. A Avianca Cargo sempre foi uma empresa socialmente responsável e nossa aliança com a Airlink nos permitirá fazer mais para ajudar os países e comunidades carentes em toda a América Latina”, disse Kurt Schosinsky, diretor administrativo da Avianca Cargo.

Os furacões ETA e IOTA causaram estragos na América Central e na Colômbia, afetando mais de 7,5 milhões de pessoas. As enchentes extensas e a pandemia de Covid-19 tornaram-no um dos desastres mais desafiadores enfrentados pela região na história recente.

50 toneladas

“O fornecimento de 50 toneladas de transporte aéreo expande muito nossa capacidade de levar ajuda humanitária às comunidades afetadas pelos recentes furacões”, disse o presidente e CEO da Airlink, Steven J. Smith. Ele acrescentou: “Esta importante parceria fornece à Airlink e à nossa rede de resposta a desastres os recursos bloqueados para planejar possíveis respostas no futuro próximo, incluindo suporte para programas de vacinação da Covid-19”.

A organização sem fins lucrativos Airlink constrói parcerias com empresas do setor de aviação para fornecer transporte aéreo gratuito e altamente subsidiado para uma rede de 130 organizações sem fins lucrativos de ajuda humanitária e resposta a desastres. Desde 2010, a Airlink economizou para seus parceiros sem fins lucrativos mais de US$ 12 milhões em custos de transporte aéreo.

Em 2020, a Airlink respondeu a 21 desastres naturais e humanos internacionais e moveu 622 profissionais qualificados, mais de 500.000 libras de ajuda humanitária, incluindo 8,5 milhões de itens de EPI para médicos e equipes de primeira linha e voluntários. A ajuda que transportaram atingiu mais de 5 milhões de pessoas.

A organização sem fins lucrativos Airlink não é amplamente conhecida pelo público em geral, mas anunciou recentemente que o piloto e ator Harrison Ford se tornou seu porta-voz e é patrocinado por marcas da aviação e aeroespacial como United Airlines e Rolls Royce. 

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Aeroporto Boston Logan

Aeroporto lança serviço para pedido de comida e outros itens no...

0
O passageiro pode pedir comida ou itens de varejo de qualquer terminal para coleta ou entrega em um portão de embarque designado.