Avião da Azul que iria para a Índia será utilizado para socorrer o Amazonas

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após uma mudança de planos, o voo para a Índia foi postergado sem data definida e o Airbus A330neo da Azul cumprirá outra missão importante.

A aeronave de matrícula PR-ANX, um A330-900neo, maior avião da Azul Linhas Aéreas, está agora em Recife, onde aguardava a liberação para prosseguir sem escalas até Mumbai, na Índia, o que não ocorreu ainda.

Segundo disse o Presidente Bolsonaro em entrevista à TV Bandeirantes no programa do Datena, o avião irá sair em dois ou três dias, mada nada confirmado. Segundo ele, a decisão foi porque a Índia começou só agora a vacinação da população e “por pressões políticas de lá”.

Agora a aeronave será encaminhada para Brasília, onde transportará oxigênio para Manaus, em função do déficit imenso do insumo que tem causado mortes por asfixia de pacientes internados por Covid-19.

A previsão é que o A330neo decole de Recife às 23h00 no voo de número AD9905 e chegue em Brasília à 01h35 da madrugada já de sábado. De lá, o jato segue para Manaus às 02h40 como AD9906, onde pousa às 04h30. Somente às 18h00 o jato volta para Recife como AD9907, pousando às 22h50, onde ficará à disposição do governo esperando a liberação por parte da Índia.

Ainda não há confirmação sobre qual seria a quantidade de cilindros de oxigênio que o Airbus A330neo irá levar, mas teoricamente o limite seria de seis cilindros de 850 litros no máximo cada, segundo o regulamento RBAC 137 da ANAC, já que ao contrário dos cargueiros, o jato transporta cargas apenas no porão.

Atualização: a operação para Brasília também foi cancelada ainda nesta noite de sexta-feira após a publicação desta matéria, portanto, a operação de Brasília a Manaus acima descrita não mais acontecerá.

Segundo nota da Azul, o Airbus A330neo da companhia decola do Recife às 23h (horário local) de hoje com destino a Campinas, de onde deverá partir neste sábado (16) com o carregamento dos cilindros de oxigênio para Manaus. A aeronave da companhia levará sua capacidade máxima para esse tipo de carga.

“Nossa intenção é ajudar o Brasil e os brasileiros e não mediremos esforços para oferecer apoio logístico no transporte de materiais para o combate à COVID-19. Estamos prontos para voar à Índia e também para transportar o que for necessário dentro do Brasil no intuito de ajudar o país na atual situação”, diz John Rodgerson, presidente da Azul.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias