Início Acidentes e Incidentes Avião da Azul com 73 a bordo aborta decolagem após atropelar um...

Avião da Azul com 73 a bordo aborta decolagem após atropelar um cachorro

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

É comum ouvirmos falar sobre colisões de aviões com pássaros durante os procedimentos de decolagem ou pouso, afinal são animais que compartilham do mesmo espaço que as aeronaves nos céus. É incomum, porém, falar sobre colisões de voos comerciais com outros componentes da fauna, principalmente no Brasil.

No entanto, foi o que aconteceu no dia 22 de outubro com o voo AD-4186, um serviço regular que opera em horário vespertino a ligação entre Tabatinga e Manaus, ambas cidades do Estado do Amazonas. Naquele dia, o jato Embraer E195 de matrícula PR-AYX (pintado na cor verde em alusão ao programa de sustentabilidade da companhia) levava consigo cinco tripulantes e sessenta e oito passageiros.

Segundo os dados do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), da Força Aérea Brasileira, a aeronave já estava na corrida de decolagem em Tabatinga quando os pilotos avistaram um cachorro atravessando a pista.

Não foi possível desviar e o trem de pouso dianteiro acertou o animal em cheio, levando os pilotos a decidirem por abortar a decolagem. Embora não tenha sido divulgada pelo CENIPA qual a velocidade da aeronave no momento em que ocorreu o dog strike, o relatório diz que a aeronave parou normalmente dentro dos limites da pista e sem danos.

Infelizmente, o pobre cão já não está mais entre nós. O voo, por sua vez, partiu com 3 horas e trinta minutos de atraso, após uma checagem da aeronave, e pousou em Manaus às 6h45 da tarde, segundo dados do sistema de rastreamento de voos do FlightAware.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.