Avião da Gol é registrado em voo de quatro paradas que terminou em Xangai

Um Boeing 737-800 da GOL Linhas Aéreas foi visto longe do Brasil, especificamente em Xangai, na China, após ser devolvido pela empresa brasileira. Do outro lado do globo, o jato passará por um processo de conversão para cargueiro. Depois de convertido, a máquina deverá ser encaminhada a outro operador, cujo nome ainda não está confirmado publicamente.

A aeronave em questão tem o número de construção 34965 e voava no Brasil com a matrícula PR-GTP. Sua única dona foi a GOL, que a recebeu nova de fábrica em agosto de 2007. Sua retirada de operação aconteceu no dia 30 de junho de 2021, quando fez o seu derradeiro voo entre São Paulo e Belo Horizonte (voo G3-1326).

O avião está registrado em nome da Celestial Aviation Trading 22 Ltd.

Segundo dados obtidos junto à plataforma de rastreamento de voos RadarBox, a aeronave decolou de Belo Horizonte e fez quatro paradas antes de aterrissar na China. As paradas intermediárias de reabastecimento aconteceram na Ilha do Sal (Cabo Verde), Tirana (Albânia), Almaty (Cazaquistão) e Seul (Coreia do Sul).

Confira abaixo a captura de tela com a última etapa do voo.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Motor PW P&W GTF PW1100G

Nova ferramenta identifica fenômeno antes que ele destrua o motor do...

0
Motores de combustão, como os de aeronaves, permanecem sob risco de danos catastróficos por um fenômeno chamado "oscilações de combustão".