Início Acidentes e Incidentes Avião da Voepass perdeu altura devido à meteorologia, descreve o CENIPA

Avião da Voepass perdeu altura devido à meteorologia, descreve o CENIPA

Cena do vídeo da decolagem do ATR-72

Na última quinta-feira, 14 de outubro, acompanhamos as interessantes imagens de um avião ATR-72 da companhia aérea Voepass, que foi filmado apresentando grandes variações de atitude e altitude nos segundos iniciais de sua decolagem em Presidente Prudente, no interior de São Paulo.

Supostamente tendo passado por uma região de “windshear” (tesoura de vento), ou seja, de mudanças repentinas de direção e velocidade de vento, as gravações chamaram atenção pela possibilidade de visualização prática do evento, que pode levar a grande risco ao voo quando se apresenta em um momento em que a aeronave esteja próxima ao solo (caso você não tenha visto ou queira rever os dois vídeos, clique aqui para acessar).

Diante do enfrentamento da situação, a ocorrência foi reportada ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), como é padrão na aviação para fins de análise e, quando aplicável, investigação para determinação de causas prováveis e fatores contribuintes e divulgação de medidas preventivas.

Segundo os dados do sistema do CENIPA, a situação foi classificada como um “incidente” do tipo “WSTRW”. A sigla é o acrônimo de “wind shear and/or thunderstorm-related weather”, ou seja, “tesoura de vento e/ou meteorologia relacionada a tempestade”.

Essa classificação é aplicável, segundo a Organização Internacional da Aviação Civil (ICAO), a casos de:

– Voo em direção a tesoura de vento e/ou meteorologia relacionada a tempestade, como indicado pelo próprio nome;

– Eventos em voo relacionados a ocorrência de granizo;

– Eventos relacionados a incidência de raios; e

– Eventos relacionados a chuva forte (não apenas em caso de uma tempestade).

Os dados do sistema também confirmam que se tratava da aeronave modelo ATR-72 de matrícula PP-PTQ, no voo regular de passageiros que partiu do Aeroporto de Presidente Prudente (SP) no fim da madrugada da quinta-feira, por volta das 05h35, com destino ao Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP). Havia 27 pessoas a bordo, sendo 4 delas tripulantes da companhia.

O CENIPA assim descreve o incidente: “Logo após a decolagem, ocorreu perda de altitude causada por fenômeno meteorológico. O pouso foi realizado normalmente no aeródromo de destino. A aeronave não teve danos. Todos a bordo saíram ilesos.”

Sem maiores consequências como descrito acima, o ATR-72 continuou normalmente suas operações aéreas pouco mais de 4 horas após ter pousado em Guarulhos, e não foi aberta uma investigação sobre o incidente.

Sair da versão mobile