Início Acidentes e Incidentes Avião de instrução fica a poucos metros de colidir com um Boeing...

Avião de instrução fica a poucos metros de colidir com um Boeing 737 em voo

Um grave incidente foi registrado há menos de um mês quando um piloto, em voo solo de instrução, enganou-se ao seguir as instruções do controlador de tráfego aéreo e colocou seu avião a apenas 100 pés (30 metros) de colidir com um Boeing 737 – a separação deveria ser ao menos 10 vezes maior, com 1.000 pés (305 metros).

Segundo o The Aviation Herald, o aluno de pilotagem voava o monomotor Piper PA-28 de matrícula ZS-PTV no dia 25 de agosto e estava conduzindo uma navegação solo do aeroporto Port Alfred para o East London, ambos na África do Sul, com a intenção de fazer dois procedimentos de toque e arremetida no destino.

O Piper PA-28 envolvido – Imagem: Bob Adams / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

O controlador de tráfego instruiu o piloto a ingressar na perna do vento (direção de voo com sentido contrário ao de pouso, paralelo à pista) pelo lado esquerdo e avisar quando ingressasse, no entanto, algum tempo depois a aeronave foi observada muito perto da linha central da aproximação da pista.

Ao mesmo tempo, o Boeing 737-400 registrado sob a matrícula ZS-JRE, operado pela companhia aérea Safair com 158 passageiros e 6 tripulantes, estava chegando no sentido contrário em uma aproximação ILS (por instrumentos) para a pista 11 de East London, com pouso autorizado e cruzando 1.400 pés de altitude em sua descida.

O Boeing 737 envolvido no incidente – Imagem: Bob Adams / CC BY-SA 2.0, via Wikimedia Commons

O controlador, portanto, instruiu o aluno a virar à direita para se afastar da linha central e retornar à perna do vento, no entanto, após curvar à direita e se afastar, o Piper fez uma segunda curva à direita e voltou novamente até cruzar a linha central de aproximação da pista, causando uma perda de separação com o avião comercial.

As trajetórias do Piper (em vermelho) e do 737 – Imagem: AIID

A Divisão de Investigação de Acidentes e Incidentes (AIID) da África do Sul relatou que a separação entre as aeronaves foi reduzida para 100 pés na vertical (o PA-28 acima do Boeing 737) e nenhuma distância horizontal, porém, descreveu que o aluno afirmou que estava com o avião à vista o tempo todo. A tripulação do Boeing recebeu um alerta de risco de colisão (TCAS Traffic Advisory).

Depois que o voo comercial pousou e desocupou a pista, o aluno efetuou um toque e arremetida e deixou a área.

A AIID classificou a ocorrência como um incidente sério e abriu uma investigação. A autoridade descreveu que o aluno piloto tinha nível 6 de experiência na língua inglesa (especialista) e era suficientemente capaz de falar e compreender a língua inglesa.7

Para conferir na íntegra o relatório preliminar da AIID, clique aqui.

Sair da versão mobile