Avião perde roda na decolagem em 2º caso da mesma empresa no mês

Os reguladores da aviação civil do Quênia divulgaram que a companhia aérea Silverstone Air Services está sendo submetida a uma auditoria, após outro incidente envolvendo um turboélice operado pela transportadora regional.

Incidente Silverston Air Service Dash 8-300 perdeu roda
Trem de pouso apenas com a roda direita

Um dos aviões turboélice Bombardier Dash 8-300 da companhia, de registro 5Y-BWG, perdeu uma das rodas durante a decolagem de Lodwar, no Noroeste do Quênia, quando voaria até Nairóbi na última segunda-feira, 28 de outubro, no voo K5-626.

Após a perda da roda número 3 (roda interna do trem de pouso principal esquerdo), o comandante da aeronave optou por desviar para o aeroporto de Eldoret, diz a empresa aérea, acrescentando: “Essa foi uma ação preventiva e a aeronave pousou em segurança”.

Incidente Silverston Air Service Dash 8-300 perdeu roda
A roda recuperada após o incidente

A bordo estavam quatro passageiros e cinco tripulantes, segundo informações do The Aviation Herald. Os passageiros foram realocados em um serviço alternativo a Nairóbi.

Segundo dados do FlightGlobal, a Silverstone opera quatro unidades do Dash 8-300. A companhia divulgou uma nota a respeito do incidente:

Segundo caso no mês e outros incidentes

A mesma Silverstone protagonizou um acidente com um Fokker 50 durante uma decolagem do aeroporto de Wilson, em Nairóbi, menos de três semanas atrás, em 11 de outubro. A aeronave ficou seriamente danificada depois de sair da pista.

Fokker 50 Silverstone Air Services Acidente
Imagem: Japheth Masanda

A autoridade de aviação civil do Quênia diz que está “totalmente ciente” dos eventos de Silverstone, que está “atualmente realizando uma auditoria na companhia aérea”, e que a auditoria segue “vários incidentes aéreos e um acidente” envolvendo a companhia.

A auditoria está sendo conduzida para determinar se a empresa cumpre os regulamentos da aviação civil e seus próprios manuais e procedimentos. “A segurança no espaço aéreo do Quênia continua sendo nossa prioridade”.

Um vídeo que circula pelas redes sociais também mostra uma outra ocorrência, na qual um Fokker 50 da Silverston atingiu com sua asa esquerda a cauda de um avião executivo. O piloto segue com o deslocamento, talvez sem nem ter percebido o incidente:

Veja a seguir sequência de fatos que levaram ao acidente do Fokker 50:

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.