Início Variedades ‘Avião-tartaruga’ não consegue decolar após uma tartaruga invadir a pista no Japão

‘Avião-tartaruga’ não consegue decolar após uma tartaruga invadir a pista no Japão

Imagem: ken H / CC BY-NC-SA 2.0, via Flickr

As operações do movimentado aeroporto de Narita, em Tóquio, foram afetadas por cerca de 12 minutos e cinco voos atrasaram na sexta-feira (24), depois que uma tartaruga foi vista caminhando tranquilamente pela pista.

Como o comenta o The Japan News, por volta das 11h35, o piloto de um voo prestes a decolar da pista de 4.000 metros informou ao controle de tráfego aéreo sobre a presença do animal. Para garantir a segurança dos voos e realizar inspeções, a administradora do aeroporto fechou a pista até que a tartaruga fosse resgatada e levado para um local seguro. 

Curiosamente, de acordo com o escritório no aeroporto de Narita, do Ministério de Terras, Infraestrutura, Transportes e Turismo do Japão, entre os cinco aviões atrasados ​​estava a famosa aeronave da All Nippon Airways (ANA) com pintura de tartaruga marinha.

Os administradores do aeroporto disseram que a tartaruga resgatada tem cerca de 30 centímetros de comprimento e pesa 2,1 quilos. Trabalhadores de uma empresa afiliada resgataram-na da parte central da pista com uma rede. É provável que ela habite o tanque de retenção do aeroporto a cerca de 100 metros de distância.

Embora tenha havido casos ocasionais de gatos, cães-guaxinins, coelhos e outros animais entrando na pista, o aparecimento de uma tartaruga é muito incomum. A administradora do aeroporto vai investigar o que levou o animal a um local tão inesperado.

Sobre o Airbus A380 da ANA, a imprensa japonesa relata ele estava prestes a embarcar em sua primeira viagem a Naha, capital da prefeitura de Okinawa, no extremo sul do Japão, como parte de um passeio especial.

A companhia aérea divulgou um comunicado, dizendo: “No Havaí, as tartarugas marinhas são vistas como trazendo boa sorte, e esperamos que esta tartaruga que veio ver o voo signifique um futuro brilhante”.

Sair da versão mobile