Início Acidentes e Incidentes Aviões Boeing 777 com motores PW têm operações suspensas em mais 4...

Aviões Boeing 777 com motores PW têm operações suspensas em mais 4 países

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Seguindo as ações tomadas pelas agências reguladoras do Japão, da Coreia do Sul e dos Estados Unidos, mais um conjunto de países decide suspender a autorização de voo de aviões Boeing 777 equipados com motores da fabricante Pratt & Whitney (PW).

Depois da falha do motor PW 4000-112 do 777-200 da United Airlines sobre Denver no sábado, 21 de fevereiro, as autoridades do Japão, Coreia do Sul e EUA definiram que todos os jatos do mesmo modelo e equipados com o mesmo motor devem permanecer em solo até que seja definida qual a melhor forma de inspecionar e garantir a segurança operacional.

E agora, poucas horas atrás, a UK CAA (Civil Aviation Authority), que cumpre no Reino Unido a mesma função de reguladora da aviação, emitiu um comunicado definindo que também está suspendendo voos dos jatos da Boeing até segunda ordem. Assim, Inglaterra, Escócia, País de Gales e Irlanda do Norte, que fazem parte do Reino, passam a compor a lista de países nos quais o modelo com a específica motorização não pode operar.

No comunicado, a UK CAA informa:

“Após o incidente do motor Pratt & Whitney 4000-112 em uma aeronave Boeing 777, suspendemos o uso desta configuração no espaço aéreo do Reino Unido. Ela não é usada por nenhuma companhia aérea do Reino Unido.

É operada por companhias aéreas nos EUA, Japão e Coreia do Sul, onde as autoridades também interromperam seu uso.”

Sair da versão mobile