Azul manda ao México Airbus A330 que voou na Avianca Brasil

ATUALIZAÇÃO em 16 de outubro: Apesar de alguns bancos de dados de aeronaves registrarem que essa seria devolvida ao dono (lessor), a Azul no dia 16 de outubro, nos comunicou que a aeronave irá sim retornar para a companhia em breve.

Um avião Airbus A330-200 que era da Azul Linhas Aéreas e pertenceu à Avianca Brasil acaba de ser devolvido e agora está no México.

O jato tem matrícula PR-AIS e realizou no último dia 6 de outubro um voo de traslado de Campinas para a Cidade do México, com duração de 9 horas e 19 minutos, conforme pôde ser observado no FlightRadar24.

A última decolagem da aeronave a partir do Brasil foi gravada e publicada no canal parceiro Viracopos FullHD, conforme vídeo a seguir:

Segundo o portal alemão Skyliner-Aviation, a aeronave foi devolvida ao lessor, que é o dono do avião. No caso, trata-se ao Bank of Utah / Air Castle, que o alugava para a Azul e, anteriormente, para a Avianca. Como o avião estava parada, a devolução faz sentido, num momento em que a empresa trabalhar para adequar sua frota frente à baixa na demanda e à crise do coronavírus.

O PR-AIS tem número de série 1492 e foi entregue originalmente para a Avianca Colômbia em 2014. Em 2017, com a expansão da irmã brasileira, foi transferido para a Avianca Brasil, onde recebeu a matrícula PR-OCJ, efetuando voos para Miami, Nova Iorque e Santiago do Chile.

Trajetória do voo de devolução © FlightRadar24

No final de 2018, com a entrada em Recuperação Judicial da companhia brasileira, a Air Castle solicitou a reintegração de posse da aeronave, que ocorreu em 16 de dezembro, quando ela voou para San Bernardino, no deserto do Sul da Califórnia.

Na Califórnia, ele ficou estocado até julho do ano seguinte, quando a Azul fechou um acordo com a Air Castle para o leasing, sendo entregue à companhia em pintura alternativa (sem a barriga azul) e com a matrícula PR-AIS. Foi batizado de “Voa Brasil” e ainda mantinha o interior da Avianca.

Desde o início da pandemia, a aeronave estava estocada nas instalações do Hangar da Azul no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, como mostra a foto que ilustra esta reportagem. Agora ela foi transladada para o México, de onde deve passar por manutenção antes de seguir para a estocagem novamente nos EUA.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias