Azul espera operar 505 voos diários para 89 destinos em outubro

Avião Embraer E-Jet E-195 Azul

Fortalecendo sua malha doméstica, a Azul adiciona novas rotas domésticas partindo de Campinas. Seguindo todos os protocolos e medidas de higiene estabelecidos desde o início da pandemia, o Aeroporto Internacional de Viracopos, maior e principal centro de conexões da companhia no Brasil, terá aumento de oferta de voos para mais de 38 destinos. Com isso, Viracopos terá ligação direta com 47 cidades brasileiras além de dois destinos internacionais a partir de outubro.

Desde o início deste mês, as capitais Cuiabá (MT), Teresina (PI), Vitória (ES), Campo Grande (MS), Porto Alegre (RS), Maceió (AL) e Rio de Janeiro (RJ) já contam com mais opções de voos. A ligação Viracopos-Santos Dumont passou a ter seis operações por semana desde o dia 14, cumpridas com as aeronaves Embraer E1, com capacidade para até 118 Clientes, e Airbus A320, para até 174 Clientes.

Para outubro, além dos destinos já atendidos, Viracopos também terá ligação direta com Rondonópolis, no Mato Grosso, e com Juazeiro do Norte (CE) e Petrolina (RE). Os novos voos já estão sendo comercializados em todos os canais oficiais da Azul.

“Estamos dando mais um passo para retomar o fluxo de nossas operações no país, reconectando cidades regionais e ampliando as opções de modal aéreo para aqueles que precisam viajar a negócios ou para visitar parentes e amigos. Essas adições fortalecem nosso hub de Campinas e fazem com que nossos Clientes tenham múltiplas opções de voos e destinos a partir do nosso principal aeroporto de operação no Brasil”, ressalta Vitor Silva, gerente de planejamento de malha da Azul.

Em outubro, a Azul espera operar 505 decolagens diárias para 89 destinos. A capacidade doméstica planejada para o próximo mês representa cerca de 60% da operação da companhia em relação ao mesmo período do ano passado.

Informações da Azul

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias

Comandante sem máscara sai da cabine para brigar com passageira por...

0
Uma discussão aconteceu num voo onde o comandante, sem utilizar máscara, ficou argumentando com uma passageira por causa de um boné ofensivo.