Azul faz festa em Congonhas e 1º pouso na pista auxiliar do Santos Dumont

Avião Embraer E195 Azul

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras fez uma grande festa na manhã desta quinta-feira (29), para inaugurar seus voos na Ponte Aérea entre Congonhas e Santos Dumont. Esse feito foi possível devido à redistribuição dos slots do aeroporto paulista pela ANAC. Entre 29 de agosto de 21 de setembro, a Azul vai voar sozinha na rota mais tradicional e mais movimentada do Brasil.

Toda uma atmosfera foi criada no saguão e na sala de embarque do aeroporto de Congonhas para anunciar a entrada da Azul na Ponte, que comemora 60 anos. Com música ao vivo, dança e muita animação, os passageiros do aeroporto foram colocados no clima da festa.

O presidente da Azul, John Rodgerson, esteve no primeiro voo e até ajudou os comissários no serviço de bordo. Antes da decolagem, o executivo fez um breve e empolgado discurso no aeroporto da capital paulista, destacando a importância da rota para a Azul e para os passageiros, que passam a contar com mais opções. Pedimos desculpas antecipadas pela qualidade do áudio.

Na preparação para o voo, o Embraer E195 foi saudado pelos bombeiros do aeroporto paulista, como ocorre tradicionalmente na aviação em ocasiões especiais. Além do batismo, o comandante Ícaro do voo fez um speech especial, saudando aos passageiros, onde destacou o uso de uma aeronave brasileira nesse momento especial.

Fala do comandante durante a saída em Congonhas

O voo também foi o primeiro da Ponte Aérea a aterrissar na pista auxiliar do aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, após o início das obras na pista principal. A experiência do piloto conta muito para essa operação, dadas as restrições operacionais. Por quase um mês, a Azul será a única empresa aérea de grande porte a operar voos no aeroporto, já que suas congêneres não possuem aeronaves compatíveis com a categoria 3C, o máximo que a pista auxiliar do Santos Dumont consegue receber.

Pouso no SDU
Táxi e Batismo

Confira uma galeria de imagens do primeiro voo da Azul na Ponte Aérea.

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos