Azul faz misteriosos voos fretados para uma cidade no Haiti

Desde o dia 1 de dezembro, aeronaves do modelo Airbus A320neo da Azul tem sido observadas no radar em voos diários ligando Campinas, no interior de São Paulo, à cidade de Port-au-Prince, capital do país, localizada a oeste da ilha. Os voos fazem escala em Manaus.

Os voos, todos eles de número AD-9751, foram registrados na Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) como sendo operações não-regulares de passageiros e seguiram num ritmo acelerado ao longo da última semana. Nas próximas, a frequência de voos cai, mas as operações ainda se estendem até janeiro.

Segundo dados da ANAC, a ponte-aérea haitiana está prevista para continuar hoje, 5 de dezembro, além de 7, 9, 13, 25 e 29 de dezembro, e nos dias 7, 8, 9, 21 e 28 de janeiro.

Imagem do FR24

Os dados do FlightRadar24 mostram que, até agora, apenas duas duas aeronaves foram usadas, os Airbus A320neo PR-YSF e PR-YRT.

Indagada sobre a natureza dos voos, a Azul apenas disse tratar-se de “fretamentos”, sem prover mais detalhes.

No passado, era comum ver aviões partindo do Brasil ao Haiti, com tropas brasileiras que atuavam nas missões da ONU, no entanto, esse trabalho foi encerrado em 2017 e, desde então, em teoria, não há mais esses traslados. Uma pesquisa no site do Exército Brasileiro também mostra que não há contrato da força com a empresa aérea. Uma consulta no Portal da Transparência também mostra que não há contrato do governo que preveja voos dessa natureza.

O Haiti, no entanto, é um país devastado pela Guerra Civil e por catástrofes naturais, e tenta se reerguer. Como a empresa não proveu detalhes, podemos levantar apenas hipóteses, imaginando que se trate de um deslocamento massivo de pessoas para talvez atuarem em obras de reconstrução do país. Outra possibilidade é a repatriação de haitianos.

Mistério solucionado

O poder da internet é incrível e nossa matéria permitiu identificar o motivo dos voos. Jonas Amazan, da agência NTC Viagens, nos informou que “o objetivo desses voo é ajudar passageiros que estão com visto Humanitário e de Reunião Familiar a vir para o Brasil e alguns Haitianos que estão no Brasil que precisam ir ao Haiti. Esses passageiros estavam com dificuldade para viajar devido à Copa Airlines, que cancelou todos os voos de e para o Haiti até agora”.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias