Azul lança pedra fundamental do novo hangar de Campinas

Conforme revelado em primeira mão pelo AeroIN e em mais um movimento histórico, a Azul lançou, nesta segunda (3/09), a pedra fundamental da construção do inédito centro de manutenção da companhia em Campinas.





A cerimônia que marca o início das obras do hangar foi acompanhada pelo presidente da Azul, John Rodgerson, pelos vice-presidentes e diretores da empresa, além de representantes da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), Infraero, Aeroportos Brasil e autoridades da região, como o vice-prefeito de Campinas, Henrique Magalhães Teixeira. A ser construído sobre uma área de 100 mil m², o novo centro de manutenção da companhia abrigará três andares e poderá receber até oito aviões A320 ou dois A330 simultaneamente. A expectativa é que as obras sejam concluídas em um ano.

Centro de Manutenção da Azul em Viracopos tem construção confirmada

Os 35 mil m² de área construída serão divididos em três andares, dois deles destinados a oficinas. Um depósito de suprimentos técnicos, vestiários e um refeitório também fazem parte do projeto, que será o maior  hangar da América Latina. Ao todo, 500 empregos diretos e indiretos devem ser criados no primeiro centro de manutenção da Azul no interior de São Paulo.

“Estamos muito animados com o início dessas obras por entendermos que o novo hangar é reflexo da relevância que atingimos no Brasil. Temos hoje a maior e mais abrangente malha aérea do país, com 108 destinos, além de uma frota de aproximadamente 120 aviões. Essa estrutura que estamos começando hoje será importante para mantermos nossos processos de manutenção com foco absoluto em segurança e eficiência”, diz John Rodgerson, presidente da Azul.

A área de manutenção terá um amplo vão livre com 170 metros de comprimento por 90 de largura, com quatro posições para manutenção pesada e quatro para linha, oferecendo a infraestrutura necessária para instalações de qualquer tipo de manutenção ou tecnologia. Além do hangar em Campinas, a Azul conta com três outros centros de manutenção no aeroporto de Pampulha, em Belo Horizonte. Em Minas, as aeronaves modelo ATR 72-600, os jatos da Embraer e os A320neo passam por manutenções completas a cada dois anos.

Visitamos o Centro de Manutenção da Azul na Pampulha

Pela Assessoria de Imprnesa da Azul Linhas Aéreas

Carlos Martins

Despertou a paixão pela aviação em 1999 em um show da Esquadrilha da Fumaça. Atualmente é Piloto Comercial, Despachante, Bacharel em Ciências Aeronáuticas, membro da AOPA e veterano da Western Michigan University #GoBroncos