Azul pode adquirir mais duas dezenas de Embraer E195-E2

A Azul parece já estar bem satisfeita com o seu primeiro Embraer E195-E2. O novo jato de última geração mal chegou e o CEO da companhia já indiciou que pode comprar mais jatos brasileiros.

Embraer E195-E2 Azul
Embraer E195-E2 da Azul em Brasília

Durante a cerimônia do voo de apresentação do primeiro E195-E2 da companhia, o CEO John Rodgerson comentou sobre a possibilidade de uma nova encomenda.

A possível próxima encomenda seria avaliada em $1.6 bilhões de dólares (R$6,6 bilhões de reais) baseado no valor de tabela do último contrato entre as empresas.

O valor é referente à possível encomenda de mais 24 jatos E195-E2, chegando ao total de 75 jatos Embraer E2 a serem operados pela Azul. A companhia conta atualmente com 57 jatos da geração antiga E1.

No auge, a frota de jatos E1 na Azul chegou a 88 unidades, sem contar os cinco jatos E175-E1 oriundos da TRIP que ficaram um tempo na companhia.

Segundo a Reuters, este novo investimento não está ainda na conta dos R$6 bilhões planejados para a empresa investir no próximo ano, cifra igual ao investido neste ano.

Novas rotas

Com a chegada do E2, a Azul pretende abrir algumas novas rotas com a aeronave. Dentre elas estão os voos para Rio Branco no Acre, provavelmente a partir de Porto Velho e/ou Belo Horizonte.

O Acre é o único estado que não é atendido pela Azul atualmente, e conta com fluxo incerto de voos, que são constantemente cancelados e depois reiniciados pela GOL e LATAM.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias