Azul pretende utilizar o A321F em voos para o Mercosul e Miami

A operação do Airbus A321 cargueiro na Azul Cargo, parte da Azul Linhas Aéreas, tem resultado na geração de muitos planos para a empresa, incluindo voos internacionais cargueiros.

Concepção Artística – AEROIN

Como revelamos em primeira mão dias atrás, a empresa pretende substituir os dois Boeings 737-400F, cujo leasing acaba no segundo trimestre de 2023, pelos Airbus A321F, que são jatos A321ceo convertidos de passageiros para cargueiros.

Em entrevista coletiva hoje (20), perguntamos a Izabel Reis, Diretora da Azul Cargo Express, sobre as perspectivas relacionadas à utilização da nova aeronave, que ainda está sendo negociada.

A executiva afirmou que analisa o uso dele para localidades não atendidas pela Azul hoje, onde chega por parceiros, como é o caso do Cone Sul, além de uma possível operação de Manaus para Miami.

O Cone Sul é a região sul da América do Sul, formada pelo Sul do Brasil, Argentina, Chile, Paraguai e Uruguai. Nela estão os principais membros do Mercosul, gerando grande movimento de cargas e pessoas. Já Manaus – Miami é outra rota com presença histórica de empresas aéreas cargueiras.

O A321F leva 28 toneladas de carga, 8 ton. a mais que o 737-400F operado pela Azul. Segundo Izabel, esta capacidade adicional encaixa no modelo da Azul, que pretende utilizar o jato além da principal rota do 737 hoje, que é Campinas – Manaus, historicamente a rota cargueira mais importante do país.

A redução de custo é um dos benefícios que a Azul terá com o A321F, já que os pilotos que voam atualmente os jatos A320neo e A321neo têm a mesma habilitação para o futuro jato cargueiro, assim como a manutenção é bem similar, sendo a única grande diferença os motores dos aviões A321neo x A321ceo.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias