Azul retira adesivo do Airbus A330neo e Índia libera as vacinas

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Após muita indecisão e confusão sobre o transporte das vacinas da Índia para o Brasil, o Airbus A330neo da Azul teve o adesivo da campanha nacional de vacinação removido. Curiosamente, ao mesmo tempo, a Índia liberou a exportação da vacina ao Brasil, embora a liberação não tenha relação com o adesivo.

A aeronave de matrícula PR-ANX, um Airbus A330-900neo da Azul Linhas Aéreas, tinha sido selecionado para buscar as vacinas da AstraZeneca-Oxford na Índia, mas diversos desencontros ocorreram entre o Brasil e o governo indiano, resultando num atraso na entrega.

Um dos motivos para o não envio do imunizante, segundo a CNN, seria o excesso de publicidade em torno do evento, incluindo o próprio adesivo da aeronave, que teriam passado longe da discrição que a Índia esperava sobre o assunto, dado que o país asiático exportaria as vacinas no mesmo dia que começava a sua vacinação nacional.

Com o mal estar, o jato que era para ter decolado de Recife para Mumbai no dia 14, acabou não saindo e foi realocado para levar equipamentos médicos para Manaus, assim como distribuir as vacinas CoronaVac para Minas Gerais e Bahia.

Ontem, a aeronave passou por Campinas após mais um voo fretado até Manaus e então a Azul decidiu retirar os adesivos. Nessa quinta-feira (21), o avião já foi visto em Recife, cumprindo voos regulares de passageiros sem nenhuma peça promocional referente à campanha.

Por outro lado, veio a resposta da Índia. Segundo a Reuters, o Secretário de Relações Exteriores da Índia, Harsh Vardhan Shringla, afirmou que a partir de sexta-feira (22), as vacinas já poderão ser recolhidas por Brasil e Marrocos.

Até o momento, não existe uma previsão se o avião da Azul buscará estas vacinas. Inclusive, no final pode ser que uma empresa de fora faça o serviço, já que o Consulado Indiano em São Paulo afirmou que um avião sairá da Índia amanhã para Guarulhos, onde chega no sábado, antes de partir para o Rio.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

PF acha 15 kg de cocaína com passageiros que iam de...

0
A Polícia Federal apreendeu entre a noite de 3/3 e a madrugada 4/3, 15 Kg de cocaína com passageiros que embarcariam em voos