Azul anuncia retorno a Uberaba, Galeão e mais 5 aeroportos em fevereiro

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A Azul Linhas Aéreas anuncia hoje (25) mais sete aeroportos que voltarão a receber voos regulares da companhia a partir de fevereiro.

Avião ATR 72-600 Azul

A partir de 1º de fevereiro, mais uma cidade mineira volta a ser servida pela Azul. Uberaba terá ligações diretas e diárias para o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, um dos principais centros de conexões da companhia no Brasil.

A cidade do Triângulo Mineiro era atendida regularmente pela Azul a partir de Belo Horizonte e pela MAP a partir de São Paulo até os voos serem suspensos em março por conta da pandemia.

As passagens para os novos voos, que seguirão os protocolos de higiene e segurança adotados pela empresa desde o início da pandemia, começam a ser vendidas em todos os canais oficiais da companhia nesta quarta (25).

Para a reabertura da base, a Azul irá utilizar as aeronaves ATR 72-600, com capacidade para até 70 passageiros. Em BH, os Clientes de Uberaba poderão se conectar para todas as regiões do país, acessando a malha doméstica e internacional da companhia.

“Começaremos o próximo ano com mais inclusões de voos e destinos domésticos e estamos felizes por voltar a operar em Uberaba. Com a reabertura dessa base, ampliamos a oferta de voos em Minas, oferecendo mais opções de destinos para os mineiros e contribuindo para a retomada do turismo no estado”, destaca Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

Além do aeroporto de Uberaba, a Azul também retoma operações em Jaguaruna (SC), Três Lagoas (MS), Rio de Janeiro-Galeão e nas cidades gaúchas de Caxias do Sul, Santo Ângelo e Uruguaiana, a partir de fevereiro, totalizando sete aeroportos que voltarão a receber voos da companhia nos dois primeiros meses de 2021.

Informações da Azul Linhas Aéreas

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Raro Boeing 747 que viria ao Brasil tem pane de motor...

0
Um raro e clássico Boeing 747-200 que estava previsto para vir para o Brasil nesta semana acabou tendo um imprevisto e ficou no Paquistão.