Azul terá US$200 milhões para financiar manutenção de motores

A Azul fechou um financiamento de US$ 200 milhões com a Corporação de Investimento Privado no Exterior (OPIC), uma instituição financeira do governo americano que fomenta investimentos de empresas americanas em mercados emergentes.

Motor Avião Airbus A330-200 Azul

Pelo acordo, a companhia terá acesso a uma linha de crédito para realizar a manutenção dos motores de suas aeronaves Embraer E-195. Com a parceria, a Azul se torna a primeira companhia aérea do mundo a obter um financiamento dessa natureza com a OPIC.                                                      

“Nós estamos muito felizes em anunciar essa parceria. Essa nova fonte de financiamento nos ajudará a otimizar nossa posição de liquidez e o processo de manutenção dos motores dos nossos jatos da Embraer, fortalecendo ainda mais o nosso acordo com a GE Celma. Quero agradecer à OPIC pelo apoio, que nos ajudará a alçar novos voos pelo Brasil e pelo mundo”, afirma Alex Malfitani, Vice-Presidente Financeiro da Azul.

“Com o suporte da OPIC, a Azul poderá acessar um maior número de regiões brasileiras que não possuem serviço aéreo, ajudando a estimular o crescimento e desenvolvimento econômico”, acredita o presidente e CEO em exercício da OPIC, David Bohigian. “A OPIC se orgulha de ter feito essa parceria com a Azul, a única provedora de serviços aéreos na maioria dos mercados que atende, para apoiar o desenvolvimento em regiões remotas do Brasil.”

A Azul é a maior companhia aérea do Brasil em número de cidades servidas, atendendo mais de 100 destinos no país. Com uma frota diversificada e composta por aeronaves regionais, a empresa detém a maior malha aérea do país, chegando a cidades distantes das capitais brasileiras e abrindo novas rotas em destinos que nunca contaram com o transporte aéreo. Como resultado de seu modelo de negócios, a Azul aposta na aviação regional e contribui para o desenvolvimento econômico e social de diversas microrregiões do país.

Pela Assessoria de Imprensa da Azul Linhas Aéreas

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Avião Boeing 737-800 Copa

Rio de Janeiro volta à malha da panamenha Copa Airlines em...

0
A Copa Airlines continua apostando no mercado brasileiro. A partir do dia 19 de outubro, o Rio de Janeiro passa a ter três voos semanais da companhia