Azur Air anuncia fim imediato de suas operações na Alemanha

A administração e os acionistas da Azur Air GmbH, divisão alemã da russa Azur Air, decidiram encerrar e concluir imediatamente as operações comerciais. A empresa lamenta não ter conseguido colocar a operação em um patamar economicamente estável.

Em particular, o grande número de irregularidades e atrasos nos voos levou a custos elevados e perdas correspondentes. O principal cliente da Azur, a Anex Tour, não queria ver seus clientes sendo sujeitados a trocas permanentes de voo por causa de cancelamentos.

Imagem: dtm_aviation / Flickr




A companhia aérea iniciou suas operações em julho de 2017 com o primeiro Boeing 767. Mais tarde, um Boeing 737 também foi integrado à frota, o que resultou em um maior custo com operações de manutenção e processos de back office, dificultando a situação financeira da Azur Air.

Até recentemente, tentativas foram feitas para relançar a empresa com um novo investidor. As tentativas de vender o Certificado Operacional da companhia falharam. Neste cenário, a empresa foi obrigada a rescindir seus contratos de trabalho remanescentes.

“Com muita paixão, junto com nossos funcionários, montamos a Azur Air GmbH. A decisão de deixar de trabalhar depois de todo esse caminho é muito difícil. Desejamos a todos que encontrem um novo emprego em tempo hábil, e vamos apoiá-los nas próximas tarefas de desligamento da empresa”, disse o diretor-gerente Alper Altun, em uma declaração para os funcionários e colegas.

A gerência enfatiza expressamente que isso diz respeito apenas à divisão alemã Azur Air GmbH.

 
Informações pelo Aviator.
 

Aigle Azur estreia duas novas frequências entre Viracopos e Paris

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.