BA testa óculos de realidade virtual em passageiros com medo de voar

A British Airways anunciou que fará testes com passageiros que voam de primeira classe com óculos de realidade virtual. Os óculos “AlloSky” são projetados pela SkyLights, uma empresa franco-americana que foi fomentada no programa acelerador Hangar 51, administrado pela International Airlines Group (IAG), da qual a BA faz parte. Os equipamentos fornecem aos passageiros uma visão em 3D de filmes e outros conteúdos visuais, independentemente da posição do passageiro.

A British Airways informou que é a primeira companhia aérea do Reino Unido a testar a tecnologia, depois de trabalhar com especialistas para selecionar uma série de programas terapêuticos, incluindo meditação guiada e terapia sonora, especificamente desenvolvida para clientes que têm medo de voar.

No início deste ano, a British Airways testou a tecnologia no Terminal 5 do Aeroporto de Heathrow (LHR), em Londres, proporcionando aos clientes uma visão de realidade virtual de sua cabine de classe executiva.

Sajida Ismail, diretor de produtos a bordo da British Airways, disse: “A realidade virtual tem o poder de revolucionar o entretenimento a bordo e, com esses novos óculos, os passageiros devem criar uma jornada única e memorável voando de primeira classe. ”

A British Airways informou que está investindo US$ 7,8 bilhões em amenidades para os próximos cinco anos, incluindo a instalação de Wi-Fi e fontes de energia em todos os assentos além da modernização das cabines das 128 aeronaves utilizadas em voos de longa distância, a companhia aérea também informou que irá receber 72 novas aeronaves no mesmo período.

Até o final do ano, os fones de realidade virtual serão oferecidos em voos selecionados do LHR para os aeroportos JFK de Nova York.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.