Bambuzal: Bamboo Airways planeja frota com 100 aviões em 5 anos

A Bamboo Airways planeja aumentar o tamanho da sua frota para 100 aeronaves até 2024, para tanto só espera receber a permissão do governo vietnamita. Atualmente, a companhia aérea startup tem 10 aeronaves, tendo iniciado operações no início deste ano.

A história da Bamboo Airways é de sucesso até momento, apesar dos obstáculos no caminho. Com uma pegada mais moderna, a transportadora planejava inicialmente ter suas aeronaves nos céus em outubro do ano passado. No entanto, após uma série de contratempos regulatórios, as operações não começaram até o primeiro trimestre de 2019. Embora a companhia tenha começado devagar, ela tem planos ambiciosos de operar 100 aeronaves em cinco anos.

Os motivos da ambição

Com uma frota atual composta por um A319, cinco A320 e quatro A321neo, totalizando 10; além de mais 77 encomendas – 46 A320neo, 30 Boeing 787-9 e um Airbus A330 – a empresa quer aproveitar o bom momento da aviação em seu país. Esse crescimento é, por sua vez, um beneficiário do enorme impacto no turismo que o país teve nos últimos tempos. Para se ter uma ideia, na última década, a indústria da aviação vietnamita cresceu 17,4%, enquanto que o PIB local aumentou 225%. Como tal, o Vietnã agora possui uma das indústrias de aviação que mais crescem no mundo.

Com um potencial tão grande no setor de aviação, não é surpresa que a Bamboo Airways esteja pleiteando seu espaço no mercado. Com isso em mente, a companhia aérea quer lançar várias rotas internacionais que se estendem até Londres.

Mapa de rotas da Bamboo em 17 de setembro

Quem é a Bamboo Airways?

A Bamboo Airways é uma das mais novas companhias aéreas do Vietnã. Fundada em 2017, a empresa plane ter 600 funcionários ate o fim do ano de 2019. O COA da companhia aérea foi concedido em 9 de julho de 2018 e então a empresa passou pelos cinco estágios da certificação exigida pela Autoridade de Aviação Civil do Vietnã . Após analisar a estrutura financeira e o plano de negócios da companhia aérea, o Ministério dos Transportes emitiu uma licença em novembro de 2018. 

As operações começaram em 16 de janeiro de 2019 com um Airbus A320 arrendado que liga a Cidade de Ho Chi Minh a Hanói. O mapa de rotas foi crescendo e a Bamboo agora vê voos para mais longe. Segundo a CH-Aviation, a companhia espera voar para o Japão, Coréia do Sul, China, Alemanha, República Tcheca, Reino Unido e EUA. 

De fato, a Bamboo falou sobre a operação de voos nos EUA já no próximo ano e o mais interessante foi que ela chegou a cogitar que poderia usar um Airbus A380 para esse fim.

Carlos Ferreira
Managing Director - MBA em Finanças pela FGV-SP, estudioso de temas relacionados com a aviação e marketing aeronáutico há duas décadas. Grande vivência internacional e larga experiência em Data Analytics.

Veja outras histórias