Início Aeroportos Belém e Maceió devem voltar a ter voos da TAP a partir...

Belém e Maceió devem voltar a ter voos da TAP a partir de 31 de outubro

Airbus A321neo – Imagem: Pedro Aragão / CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Os aeroportos internacionais que atendem às cidades de Belém (PA) e Maceió (AL) deverão voltar a ser contemplados com voos da companhia aérea TAP Air Portugal a partir do dia 31 de outubro.

A capital do Pará tem programação para receber o primeiro pouso na noite do dia 31, enquanto Maceió, em 01/11, conforme aprovações de voos da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC). Como vimos há poucos dias, Natal (RN) também deve contar com a volta da companhia portuguesa a partir de 03/11.

Governo do Pará comenta a retomada

Importante para o fluxo aéreo, principalmente o deslocamento de turistas entre o Pará e a Europa, o voo internacional Belém-Lisboa deve voltar a operar em outubro próximo.

“A previsão de retomada é 31 de outubro. Essa abertura para os turistas brasileiros é resultado de um decreto, que tem vigor até o dia 16 de setembro, podendo ou não ser prorrogado. Ao longo da pandemia conversamos com a TAP frequentemente sobre o assunto”, informa o secretário de Estado de Turismo, André Dias.

A TAP comunicou a decisão oficialmente, por meio de nota à imprensa, na sexta-feira (03), com anúncio de oferta de 37 voos semanais do Brasil para Portugal neste mês de setembro. O número de voos semanais aumentará para 52 a partir de outubro.

O gerente Comercial Regional do Pará/Amazonas e Amapá da TAP no Brasil, Douglas Lima, destacou a importância da decisão. “Nesse reinício, serão duas frequências semanais, quinta e domingo, mas pode antecipar, conforme a demanda e prorrogação do decreto do governo de Portugal, que vai até 16 de setembro”, explica o executivo.

Segundo a aprovação de voo da ANAC, as ligações entre Belém e Lisboa serão feitas com aeronaves Airbus A321neo com capacidade para 168 passageiros. A versão LR de alcance ampliado da família A321 de corredor único tem sido utilizada pela TAP no lugar do Airbus A330 de corredor duplo para rotas transatlânticas de menor demanda.

As duas frequências semanais de voos estão programadas para pouso em Belém às 22h00 e decolagem às 23h30, com exceção da primeira operação, que pousará no dia 31/10, mas decolará apenas no dia 01/11 às 21h30 (todos os horários descritos são de Brasília).

O secretário André Dias ressalta as vantagens da volta do voo para o setor turístico. “É fundamental ter essa conexão com a Europa, através do voo Belém-Lisboa, porque assim os turistas – não somente portugueses, mas também de todo o continente europeu -, têm acesso ao Pará, sendo Belém o portão de entrada da Amazônia. Reestabelecer essa ponte é essencial para o nosso turismo. Que bom que a pandemia está sendo melhor controlada, com a vacinação avançando, e vamos poder retomar esse voo no mês de outubro”, afirma.

Voos de Maceió não serão diretos

Conforme o sistema da ANAC, assim como Belém e Natal, Maceió contará com operações feitas pelo Airbus A321neo. A frequência será de três voos semanais, às segundas, quintas e aos sábados, porém, a ligação será uma extensão do serviço feito pela TAP entre Lisboa e Recife.

Os pousos na capital de Alagoas, após a parada em Recife, são previstos para 19h10, e as decolagens, às 21h05, com destino à parada na capital de Pernambuco antes de prosseguir até Lisboa (horários de Brasília).

Com informações da ANAC e do Governo do Pará