Belo vídeo do maior Boeing 747 ‘batendo as asas’ ilustra a engenharia moderna

O icônico avião comercial Boeing 747 “Jumbo Jet”, chama a atenção não apenas pelo seu tamanho e design, mas por sua desenvoltura em voo. Foi essa elegância que o(a) mecânico(a) aeronáutico(a), identificado(a) apenas como @heymikealpha, capturou durante um voo a bordo do Jumbo da Alemanha para o México.

Assista ao vídeo abaixo (Obs.: caso o vídeo não carregue em seu dispositivo, clique aqui para acessá-lo diretamente no Instagram)

Sentado bem à frente do avião, provavelmente na classe executiva, o(a) profissional registrou o momento em que o Boeing 747-8I da Lufthansa atravessa uma nuvem na Cidade do México. Além da imensa asa e dos dois grandes motores do lado esquerdo da aeronave, foi possível notar claramente um belo aspecto da engenharia e que demonstra o resultado prático dos tantos testes executados antes de uma aeronave ser homologada. Nos referimos aqui ao balançar das asas da aeronave.

Em primeiro lugar, é importante observar que isso pode ocorrer em qualquer aeronave durante um voo turbulento, embora seja mais fácil notar em aviões maiores e com asas maiores. Apesar de parecer impressionante, a aeronave é desenhada para suportar estas forças e testada à exaustão, portanto não existe insegurança nesse movimento.

O 747-8I se difere dos outros jumbos da Boeing pelo seu comprimento maior, além de novos motores e novas asas, capazes de suportar e compensar as cargas aumentadas do modelo, para com relação ao seu precursor, o 747-400. Em breve, falaremos especificamente das asas do 747-8I.

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Comissão de Aeroportos da Região Amazônica contratará mais de 1.900 profissionais

0
A PI que permite a contratação de profissionais civis, por tempo determinado, para a Comissão de Aeroportos da Região Amazônica.