Início Indústria Aeronáutica BNDES aprova R$ 3 bilhões para exportação de aviões brasileiros pela Embraer

BNDES aprova R$ 3 bilhões para exportação de aviões brasileiros pela Embraer

Avião Embraer E190 E2
Imagem: Embraer

O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) informa hoje, 17 de dezembro, que financiará a exportação de aviões brasileiros produzidos pela Embraer para a companhia aérea norte-americana United Airlines, e para a arrendadora de aeronaves AerCap Holdings N.V., maior empresa global no segmento, baseada na Holanda.

Os dois empréstimos, no valor total da ordem de R$ 3 bilhões, serão concedidos por meio da linha de crédito BNDES Exim Pós-Embarque.

Nesse tipo de operação, os recursos do BNDES são desembolsados no Brasil, em reais, para a empresa exportadora brasileira, a Embraer. O financiamento será pago ao Banco em dólares pelas empresas estrangeiras compradoras dos bens. Isso significa a entrada de divisas no País, a partir do apoio ao desenvolvimento industrial e à exportação de produtos nacionais de alto valor agregado.

A United importará aeronaves modelo E175, pertencente à primeira família E-jets. O E175 é líder de vendas no seu segmento e tem capacidade para transportar até 88 passageiros. Atualmente há mais de 600 Embraer E175 em operação no mundo, tendo sido um dos modelos menos impactados pela crise mundial causada pela pandemia da Covid-19.

A AerCap comprará aviões E195-E2, maior e mais recente modelo  da geração E2. A aeronave destaca-se por ser menos poluente, mais silenciosa e mais eficiente que a geração anterior: consome cerca de 25% menos combustível, com forte redução tanto na emissão de gases do efeito estufa como no impacto sonoro no meio ambiente. Esta é a primeira exportação desse modelo apoiada pelo BNDES.

Informações do BNDES

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.