Início Acidentes e Incidentes Boeing 727 da Total sofre dois trancos fortes em voo e motor...

Boeing 727 da Total sofre dois trancos fortes em voo e motor tem parâmetros alterados

Foto por SLRTDM, CC BY-SA 3.0, via Wikimedia Commons

Um incidente com Boeing 727-200 da Total Linhas Aéreas foi registrado no Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA) na tarde do último 2 de dezembro (o relatório registra 13h30 como a hora do incidente).

Segundo o reporte registrado no órgão, o trimotor decolou do aeroporto internacional de Guarulhos com destino ao Rio de Janeiro na quarta-feira para uma operação regular de carga. A bordo, como de costume, seguiam três tripulantes, sendo o comandante, o primeiro-oficial e o engenheiro de voo – esse é o único modelo de aeronave no Brasil que ainda voa com essa posição.

O relatório registrado não dá detalhes, mas menciona que em determinado momento do voo a aeronave sofreu dois trancos fortes, levando a tripulação a realizar uma verificação dos instrumentos de bordo. Após análise, constatou-se que o motor de número 2 (o que fica na parte superior da cauda), tinha todos seu parâmetros alterados.

Como resultado, a tripulação cortou o motor defeituoso e passou a voar impulsionada pelos outros dois. Eles seguiram, então, para um pouso normal no Rio de Janeiro.

Infelizmente, o rastreamento dessa aeronave nas ferramentas como FlightRadar24 ou FlighAware não é completo, por alguma razão técnica, não permitindo identificar em qual voo exatamente ocorreu o problema e nem a trajetória da aeronave.

O jato, de matrícula PR-TTP tem 42 anos de idade e voa na empresa aérea brasileira desde 2008 segundo os registros do Aeromuseu. No histórico do CENIPA, esse jato já registrou nove incidentes, sendo o mais recente deles em novembro passado, quando o motor número um (lado esquerdo) também teve todos os parâmetros alterados, levando a tripulação a cortá-lo em voo.

Esse é o mesmo Boeing 727 objeto de uma matéria anterior, que mostra tudo o que acontece em sua cabine, além da função do engenheiro de voo, uma posição clássica da aviação, mas que perdeu espaço para o alto nível de informatização.

Sair da versão mobile