Início Acidentes e Incidentes Boeing 737-300 ex-Transbrasil sai da pista e derrapa até parar na grama

Boeing 737-300 ex-Transbrasil sai da pista e derrapa até parar na grama

Aeronave envolvida no incidente – Imagem: Jayawijaya Dirgantara

Um Boeing 737 cargueiro pousou em um aeroporto na Indonésia, mas passou do limite da cabeceira e foi parar em um gramado. O incidente foi registrado nas primeiras horas desta sexta-feira, 22 de outubro.

O incidente, tecnicamente chamado de excursão de pista, ocorreu com o Boeing 737-300 registrado sob a matrícula PK-JRB, pertencente à companhia aérea Jayawijaya Dirgantara, e estava realizando voo de Wamena para Jayapura, ambas cidades na Indonésia.

De acordo com dados do The Aviation Herald, às 00h30 UTC, ao realizar o pouso na pista 30 do Aeroporto Internacional Dortheys Hiyo Eluay, a aeronave, ainda por motivos a serem esclarecidos, ultrapassou o final da pista e acabou parando na grama, logo ao lado do pavimento, mas cerca de 50 metros à frente da cabeceira 12.

A posição em que a aeronave parou – Imagem: Google Earth, via FlightRadar24

As imagens abaixo mostram a posição da aeronave, logo após o incidente. É possível observar que os trens de pouso do 737 ficaram aparentemente atolados em solo macio, além dos motores bem próximos ao gramado devido ao afundamento, e que os rastros indicam que ele se arrastou lateralmente.

Imagem: The Aviation Herald
Imagem: The Aviation Herald
Imagem: The Aviation Herald

Apesar da ocorrência, os ocupantes da aeronave desembarcaram em segurança e sem ferimentos. Já a aeronave sofreu danos leves. A pista do aeroporto ficou impraticável até às 12h50 (horário local), quando o Boeing 737 foi rebocado de volta para o asfalto.

O Aeroporto de Jayapura tem uma pista de 3 quilômetros de comprimento e fica a uma altitude de 9.843 pés (3.000 metros) em relação ao nível do mar.

As condições meteorológicas (METAR) do horário do incidente indicam que havia chuva leve (-RA) e vento de cauda (140º), porém de baixa intensidade (3 nós), e a visibilidade era de 8 quilômetros:

METAR WAJJ 220030Z 14003KT 8000 -RA SCT012 26/23 Q1013 NOSIG=

A título de curiosidade, o Boeing 737-300 envolvido no incidente já pertenceu à extinta companhia aérea brasileira Transbrasil. A aeronave levava a matrícula PT-TEA, e foi originalmente entregue à companhia em 1986, na qual operou até 1992. A imagem a seguir mostra esta mesma aeronave nas cores da Transbrasil, em foto de Savvas Garozis de 1987 no Aeroporto do Galeão, Rio de Janeiro:

Leia mais:

Sair da versão mobile