Boeing 737 colombiano tem problemas de novo e pousa com a porta de carga aberta

Um dos poucos Boeing 737-200 da América do Sul se envolveu novamente em um incidente, desta vez durante o pouso.

Foto: Pablo Andrés Ortega Chávez, GFDL 1.2, via Wikimedia

Apelidado de “Breguinha” no Brasil, o Boeing 737-200 foi o primeiro modelo de sucesso da família 737 quando lançado em 1965, embora hoje seja uma raridade nos céus. O motivo do apelido no Brasil foi a novela “Brega & Chique”, de 1987, quando o modelo já saia de cena no país com a chegada do 737-300, que seria o “chique”, mas o apelido não pegou.

Apesar dos jatos que ainda estão voando já terem mais de 40 anos de idade, ainda é possível ver alguns deles pelo mundo, embora cada vez menos. Na Colômbia, por exemplo, o modelo voa até hoje levando carga, mas, ao que parece, “não goza de boa saúde”. Isso porque os 737-200 da cargueira Aerosucre acumulam incidentes.

Um incidente foi registrado em maio deste ano, quando problemas no trem de pouso fizeram o jato abortar a decolagem. Em 2019, saiu da pista após o pouso e em 2017 abortou outra decolagem por causa de um pneu estourado. Agora, o problema teria ocorrido durante a decolagem (ainda a confirmar) e se desenrolado em voo, quando a porta de carga ficou completamente aberta.

Durante o forte pouso, como mostra o vídeo abaixo, a porta acabou descendo e ficando parcialmente fechada, mas ainda aberta, enquanto o avião desacelerava na pista do Aeroporto de Mitú, na Amazônia colombiana.

Segundo comentários na web, o apelido da companhia seria Aeromugre, uma brincadeira com o nome Aerosucre e que traduzido significa “Aerosujeira”, no sentido pejorativo.

A Aerosucre tem um péssimo histórico de segurança de voo, que incluem voos rasantes e um grave acidente fatal causado por uma decolagem desfavorável, acima do peso e insegura:

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagem pela Avianca Brasil. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Aterrissa em solo brasileiro o terceiro Boeing 737 MAX que um...

0
No final da tarde da quarta-feira (20), aterrissou no aeroporto internacional de Confins, na Região Metropolitana de BH, o Boeing 737 MAX 8