Início Acidentes e Incidentes Boeing 737 da Azul volta à origem após alerta do sistema elétrico

Boeing 737 da Azul volta à origem após alerta do sistema elétrico

No último dia 25 de maio, um dos Boeings 737-400F da Azul Cargo, de matrícula PR-AJY, teve que retornar a Campinas logo após a decolagem, devido a um problema reportado pelos sistemas de informação da aeronave. Esse é o terceiro incidente reportado ao CENIPA, envolvendo essa aeronave, nos últimos anos.

O reporte informa que a aeronave decolara do aeroporto de Viracopos com destino a Recife, no voo AD-2005, e que, ainda durante a subida, e cruzando cerca de 9.000 pés, os pilotos foram alertados pela mensagem “AFTER TAKE OFF BUS #1 OFF”, devido ao gerador número dois não assumir automaticamente o barramento número 1. Isso afetaria a redundância do sistema elétrico.

Após realizarem os procedimentos previstos no manual de referência rápida, os pilotos decidiram por retornar a Campinas, onde pousaram sem intercorrências. A aeronave foi levada para manutenção e assumiu novos voos no dia seguinte.

Imagem: RadarBox

A Azul possui atualmente dois Boeing 737-400F, os quais são os únicos dois jatos da fabricante americana em sua frota atual. No entanto, isso deve estar próximo de um final, já que a empresa informou sua intenção de trocar os Boeings por jatos A321, de maior capacidade, mais modernos e que asseguram uma maior comunalidade de frota (um piloto da frota de A320 de passageiros poderia voar o A321 devido à similaridade de operação).

Um dos pontos tocados pela empresa quando anunciou a troca dos Boeings 737 foi o fato deles já terem uma certa idade e demandarem muita manutenção. De fato, apenas o PR-AJY teve três incidentes reportados no Cenipa nos últimos três anos, relacionados a mal funcionamento de sistemas a bordo.

Sair da versão mobile