Boeing 737 de guerra anti-submarina, Poseidon recebe mais cinco encomendas

Avião Caçador Submarino US Navy Boeing 737NG P-8A Poseidon
Boeing P-8A Poseidon – Imagem: Darren Koch / GFDL 1.2, via Wikimedia Commons

A Marinha dos Estados Unidos (USN) concedeu hoje à Boeing um contrato de produção para cinco aeronaves P-8A Poseidon para a Alemanha. As primeiras entregas estão programadas para começar em 2024, quando o P-8A Poseidon substituirá a frota alemã de aeronaves P-3C Orion.

O P-8 Poseidon é uma aeronave de patrulha marítima americana desenvolvida e produzida pela divisão Defense, Space & Security da Boeing, modificada a partir do 737-800ER e desenvolvido para a USN.

“Estamos satisfeitos por ter finalizado esta venda para a Alemanha e por expandir nossa presença no país trazendo o P-8A e suas capacidades multi-missão exclusivas para a Marinha Alemã”, disse Michael Hostetter, vice-presidente da Boeing Defense, Space & Security para a Alemanha. “O P-8 garantirá a capacidade da Marinha Alemã de realizar missões de vigilância marítima de longo alcance e desempenhará um papel fundamental na região, aproveitando a infraestrutura existente na Europa e a interoperabilidade total com os meios mais avançados da OTAN.”

A indústria alemã é um parceiro crítico do programa P-8A Poseidon. Ao trabalhar com parceiros locais, a Boeing fornecerá soluções de suporte, treinamento e manutenção que trarão a mais alta disponibilidade operacional para cumprir as missões da Marinha Alemã.

Em 17 de junho, a Boeing assinou acordos com a ESG Elektroniksystem-und Logistik-GmbH e a Lufthansa Technik AG para colaborar na integração de sistemas, treinamento e trabalho de manutenção. As empresas alemãs que atualmente fornecem peças para o P-8A incluem a Aircraft Philipp Group GmbH, a Aljo Aluminium-Bau Jonuscheit GmbH e a Nord-Micro GmbH.

“Com acordos estratégicos e parcerias da indústria já em vigor, estamos prontos para entregar um pacote robusto de sustentação para a frota de P-8A da Marinha Alemã”, disse o Dr. Michael Haidinger, presidente da Boeing para a Alemanha, Europa Central e Oriental, Benelux e Países Nórdicos. “Junto com a Marinha Alemã, o Ministério Federal da Defesa e a indústria local, iremos garantir a máxima disponibilidade operacional que permitirá à Marinha Alemã atender a todos os seus desafios marítimos.”

Instalado em todo o mundo com mais de 135 aeronaves em serviço e mais de 350.000 horas de voo, o P-8A avançará significativamente a guerra anti-submarina da Alemanha; a guerra anti-superfície; a inteligência, vigilância e reconhecimento; e as capacidades de missão de busca e resgate.

A Alemanha é a oitava nação a adquirir o P-8A, juntando-se aos Estados Unidos, Austrália, Índia, Reino Unido, Noruega, Coreia do Sul e Nova Zelândia.

Informações da Boeing

Murilo Bassetohttp://www.aeroin.net
Formado em Engenharia Mecânica e Pós-Graduando em Engenharia de Manutenção Aeronáutica, possui mais de 6 anos de experiência na área controle técnico de manutenção aeronáutica.

Veja outras histórias

Sob novo comando, SAS começa a pensar em abrir voos para...

0
A empresa aérea escandinava SAS parece estar criando planos para a América Latina. A informação foi dada pelo novo CEO da companhia aérea