Boeing 737 MAX 7 realiza seu primeiro voo

Imagem: Divulgação / Boeing.

O novo 737 MAX 7 da Boeing completou com sucesso seu primeiro voo hoje. O avião permanece no cronograma e agora começa um programa abrangente de teste de voo que leva à certificação e entrega em 2019.




“Tudo o que vimos durante o voo de hoje mostra que o MAX 7 está funcionando exatamente como projetado”, disse Keith Leverkuhn, vice-presidente e gerente geral do programa 737 MAX. “Eu sei que os clientes da companhia aérea vão aproveitar as capacidades que este avião trará para suas frotas”.

Pilotado pelos capitães de teste e avaliação da Boeing, Jim Webb e Keith Otsuka, o avião completou um voo bem sucedido de 3 horas e 5 minutos, decolando do Renton Field em Renton, Wash, às 10:17 da manhã no horário do Pacífico, e aterrissando às 1:22 PM no Boeing Field, em Seattle. O avião foi submetido a testes em seus controles de voo, além de verificações de seus sistemas e qualidades de manipulação.

Pilotos do 737 MAX 7 acenam após o fim do primeiro voo do modelo. Imagem: Divulgação / Boeing.

O avião é o terceiro e mais novo membro da família 737 MAX da Boeing a ser produzido, com uma capacidade máxima de 172 passageiros. O MAX 7 tem um alcance de 3.850 milhas náuticas, o mais longo dos avião da família MAX. Ele é projetado para um desempenho especial para clientes da companhia aérea que voem para aeroportos em altitudes elevadas e climas quentes.

“O MAX 7 proporcionará às companhias aéreas um produto eficiente para abrir e voar mercados mais finos e acessar aeroportos desafiadores”, disse Randy Tinseth, vice-presidente de Marketing da Boeing Commercial Airplanes.

O MAX 7 também oferece um desempenho superior em relação à concorrência, levando 12 passageiros a mais do que o A319neo, com 400 milhas a mais de alcance e custos de combustível 7% menores.

A família 737 MAX incorpora os mais recentes motores CFM International LEAP-1B, Winglets de Tecnologia Avançada, Boeing Sky Interior, grandes monitores de informações de voo e outras características para oferecer alta eficiência, confiabilidade e conforto aos passageiros no mercado de aeronaves de corredor único.

Imagem: Divulgação / Boeing.

Boeing 737 MAX 7. Imagem: Divulgação / Boeing.

 
Informações pela Assessoria de Imprensa da Boeing.
 

Murilo Basseto

Formado em Engenharia, foi um dos líderes do Urubus Aerodesign da Unicamp e um dos responsáveis por alçar o grupo à elite mundial da engenharia aeronáutica universitária. Atualmente é Editor-Chefe do AEROIN.