Boeing 737 MAX da GOL decola pela primeira vez após liberação

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Decolou há pouco do Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, o primeiro Boeing 737 MAX da GOL após 20 meses parado. O voo sucede a liberação do modelo pela Agência Nacional de Aviação Civil do Brasil (ANAC).

O jato de matrícula PR-XMA foi o primeiro 737 MAX 8 recebido pela GOL e, no vídeo acima, é visto decolando da pista 16 do Aeroporto de Confins.

O voo deverá durar uma hora e a aeronave voltará ao mesmo aeroporto. É a primeira vez que o jato voa após mais de 600 dias da suspensão de operações com o MAX pela GOL, em decorrência dos acidentes fatais com o modelo.

Neste voo, serão feitos testes obrigatórios e adicionais pela companhia, que já instalou as modificações no modelo e também treinou ao menos de 20 de seus pilotos. Após outros voos de testes, o jato será reintroduzido na malha da GOL, reiniciando os voos comerciais com passageiros.

Segundo a GOL, os voos técnicos sem passageiros serão feitos com cada uma das 7 aeronaves estocadas em Belo Horizonte e serão acompanhados pela ANAC e pela própria Boeing.

Por deliberação própria a companhia optou por exceder aos requisitos regulatórios, realizando múltiplos voos técnicos adicionais ao recomendado, o que reforça o cuidado com a qualidade do processo de retorno das aeronaves à operação. Para acompanhar o voo pelo aplicativo FlightRadar24 clique aqui.

Receba as notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

Um exótico avião IL-76 da era soviética será visto no Brasil...

0
Um avião cargueiro russo do modelo Ilyushin IL-76, cujo exótico design remonta da era soviética, poderá ser visto em dois destinos no Brasil