Boeing 737 MAX fará seu primeiro voo para o Brasil com a Aerolíneas

A Aerolíneas Argentinas será a primeira operadora do novo Boeing 737 MAX no Brasil. A aeronave é a última geração da família 737 da Boeing, que tem uma grande história no Brasil e que agora terá seu primeiro pouso já em operação comercial.




No próximo dia 7 de fevereiro o voo AR1240 partirá de Buenos Aires (AEP) às 6h40, com chegada prevista em São Paulo (GRU) às 10h25. Já o voo de retorno AR-1241 partirá do GRU Airport às 11h30, com chegada prevista no Aeroparque às 13h25.

A Aerolíneas foi a primeira companhia da América Latina a receber o novo jato, o Boeing 737 MAX 8 que pertence à nova geração dos jatos médios da fabricante americana. As aeronaves foram equipadas com motores CFM International LEAP-1B super econômicos, que reduzem em 40% a quantidade de ruído com relação às outras aeronaves Boeing. A configuração interna conta com 170 assentos, sendo oito na Club Economy e 162 na classe econômica.

Na última semana a Aerolíneas recebeu seu terceiro MAX de um total de 11 modelos encomendados. O avião recebeu o registro LV-HKU e deve voar para Neuquén, na Patagônia, a partir de 5 de fevereiro.

Para o CEO da Aerolíneas Argentinas Mario Dell’Acqua, adicionar o Boeing 737 MAX 8 a sua frota significa um passo muito importante de crescimento da empresa, oferecendo conectividade aprimorada e uma experiência elevada aos seus passageiros.

A cerimônia de boas vindas do Boeing 737 MAX 8 no GRU Airport será muito marcante. Além do water salute (batismo com os tradicionais jatos d’água de reuso dos bombeiros), a concessionária do GRU Airport, em parceria com a Aerolíneas, fará uma ação levando 10 spotters cadastrados para acompanhar o batismo da aeronave. Representantes da Boeing e a diretoria da empresa aérea estarão presentes, marcando assim o início das operações internacionais da aeronave na América do Sul.

Gol recebe seu Boeing 737 MAX 8 ainda este ano.

A Gol Linhas Aéreas será o terceiro operador do 737 MAX 8 na América Latina. Com um pedido de mais de 100 aeronaves, a primeira deve chegar no final do primeiro semestre deste ano. A empresa planeja retomar seus voos para os Estados Unidos com esta aeronave.

Os 737 MAX 8 da Gol terão um incremento de 5% na capacidade de passageiros. A atual configuração de 177 lugares pulará para 186 assentos. Apesar do aumento, o espaço para os passageiros permanecerá o mesmo, promete a companhia. Segundo a Gol o ganho virá da utilização de novos bancos e tecnologia de cabine que a empresa não detalhou.

É possível imaginar que os assentos serão mais leves e compactos para manter o ‘pitch’ (espaço entre fileiras) de 34 polegadas (86,3 cm) oferecido hoje, assim como a reclinação 50% maior que a das aeronaves da concorrência. A segunda operadora latino-americana é a Copa Airlines, do Panamá.

A Boeing já soma quase 4.000 pedidos pelos jatos da nova geração MAX, oferecidos nas versões MAX 7, MAX 8, MAX200, MAX 9 e MAX 10. A aeronave estreou na aviação comercial em maio de 2017 com a desconhecida companhia aérea Malindo Air, da Indonésia.

Luis Neves

É agente de turismo e acompanha a evolução da aviação brasileira desde o final da década de 80. Fotografa tudo o que voa e tem uma das maiores coleções de fotos de aviação do Brasil.