Boeing 737 MAX tem um contratempo no primeiro dia de operações no Canadá

Receba essa e outras notícias em seu celular, clique para acessar o canal AEROIN no Telegram e nosso perfil no Instagram.

A WestJet, empresa canadense fundada pelo brasileiro David Neeleman, teve um pequeno problema no primeiro dia de retorno das operações com o Boeing 737 MAX.

Divulgação – WestJet

Com a liberação dos voos do Boeing 737 MAX no Canadá no último dia 18, a WestJet saiu na frente da concorrente Air Canada e reiniciou o voo com o modelo. No entanto, pouco antes da decolagem de um voo de Calgary para Toronto, foi detectado um problema no motor, que resultou no cancelamento do voo, segundo o Yahoo! News.

Apesar de não representar nada grave e ser relativamente comum, o tipo de falha chama a atenção por tratar-se de uma aeronave nova (com pouquíssimos ciclos), mas que ficou meses em estocagem. O processo de recolocação de um avião como esse em serviço, após tanto tempo parado, requer cuidados especiais para assegurar que todos os sistemas estejam funcionando corretamente.

Em nota oficial, a WestJet confirmou que, “após uma partida normal da aeronave, o sistema apontou para uma falha em potencial que precisava ser verificada e reiniciada. Este processo toma tempo e necessita de vários testes de motores, o que não fazemos com passageiros a bordo”.

“Atendendo aos interesses de nossos clientes, cancelamos o voo WS658 e o de volta, o WS665, e colocamos os passageiros nos próximos voos disponíveis. A aeronave foi liberada pela manutenção pela manhã e irá voltar ao serviço no domingo, dia 24” conclui a nota da WestJet, sem especificar a causa do alerta na cabine.

O 737 MAX 8 envolvido, de matrícula C-FRYV, fez dois voos de testes em 22 de janeiro, que asseguraram que estava tudo em ordem, segundo dados obtidos do aplicativo de rastreamento de voos FlightRadar24.

A empresa canadense tem atualmente 13 jatos 737 MAX 8, com encomenda para mais 9 unidades do modelo, além de 12 unidades do maior Boeing 737 da história, o MAX 10.

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias