Avião Boeing 737 sai da pista e se parte em três em Istambul

Parece que a “zica” em torno de Istambul e seus aeroportos nunca termina: um Boeing 737 saiu da pista e se partiu em três na tarde de hoje, 5 de fevereiro de 2020.

Boeing 737 Pegasus

O jato é um Boeing 737-800 de matrícula TC-IZK da low-cost turca Pegasus Fly e estava fazendo o voo PC2193 entre Izmir e o Aeroporto de Sabiha Gökçen, no lado asiático de Istambul.

Segundo dados do FlightRadar24, a aeronave fez algumas voltas antes de pousar, mas nada fora do normal. Dados do boletim meteorológico apontam para trovoadas com chuva leve, tendo vento com direção bastante variável e alcançando 27 nós de velocidade (50km/h) em rajadas.

Em fotos e vídeos que circulam na web, é possível ver que o jato caiu em um barranco próximo à pista e se partiu em três pedaços com o impacto: a primeira ruptura foi em torno das 7 primeiras fileiras do avião, e depois em torno das 8 últimas.

Além disso, os motores ficaram bastante danificados e praticamente irreconhecíveis.

Histórico ruim

Em 2018 um jato da mesma companhia quase saiu da pista e ficou a metros do Mar Negro

É o segundo caso em menos de um mês envolvendo um Boeing 737 da Pegasus no Aeroporto de Sabiha Gökçen. No dia 7 de janeiro, sob condições similares à de hoje, outro jato da companhia foi parar na grama após o pouso.

Na ocasião o avião veio muito veloz para pouso, não conseguiu se estabilizar no chão e acabou por “quicar” antes de fazer um pouso duro.

Este caso está com a investigação em andamento, e outra já foi aberta para o incidente de hoje onde estavam 177 passageiros e, incrivelmente, nenhum ficou ferido, apesar dos extensivos danos na fuselagem da aeronave.

Mas o acontecimento mais famoso foi quando outro Boeing 737 da companhia saiu da pista em Trabzon, no norte do país. A aeronave ficou a alguns metros de entrar no Mar Negro, veja as imagens:

No momento de publicação desta reportagem o aeroporto se encontra fechado devido à colisão. Veja detalhes abaixo do incidente de janeiro:

Carlos Martins
Fascinado por aviões desde 1999, se formou em Aeronáutica estudando na Cal State Long Beach e Western Michigan University. Atualmente é Editor-Chefe no AEROIN, Piloto de Avião, membro da AOPA, com passagens pela Avianca Brasil e Azul Linhas Aéreas. #GoBroncos #GoBeach #2A

Veja outras histórias

FAB divulga imagens inéditas em voo do caça Gripen NG no...

0
Hoje, 24 de setembro, o primeiro Gripen E Brasileiro, chamado de F-39 Gripen pela Força Aérea Brasileira (FAB), concluiu seu primeiro voo no país.