Início Empresas Aéreas Boeing 747-8 da Lufthansa leva ajuda à desesperadora situação da Covid na...

Boeing 747-8 da Lufthansa leva ajuda à desesperadora situação da Covid na Índia

Imagem: Lufthansa Cargo/Oliver Rösler

O voo de número LH-760 da companhia aérea alemã Lufthansa, que opera regularmente em quatro voos semanais de Frankfurt para Delhi, está levando cargas particularmente urgentes a bordo nesta semana. Segundo a empresa, em três voos, um total de cerca de dez toneladas de equipamento médico está a caminho da Índia.

O país asiático, o segundo mais populoso do mundo com 1,39 bilhão de pessoas, contra 1,44 bilhão da primeira colocada China, vive uma situação desesperadora.

Enquanto na primeira onda da Covid-19 em 2020 a Índia teve seu pico em cerca de 98 mil novos casos por dia, nesta quinta-feira, a segunda onda atingiu 386 mil novos casos. E este valor ainda está em plena expansão dia após dia desde o início de março, conforme os dados abaixo, do Centro de Ciência e Engenharia de Sistemas (CSSE) da Universidade Johns Hopkins.

Segundo a Lufthansa, somente na quinta-feira, 29 de abril, 280 concentradores de oxigênio voaram para Delhi. O equipamento faz parte de uma remessa que a “time:matters”, especialista em logística especial de alto volume, está transportando por contratação de um cliente.

“Vemos como nossa responsabilidade fazer a nossa parte na ajuda internacional. A dramática situação na Índia mostra a importância de transportar suprimentos de socorro de forma rápida e fácil para onde eles são urgentemente necessários”, disse Dorothea von Boxberg, CEO da Lufthansa Cargo.

“Nós da Lufthansa Cargo, juntamente com a O Grupo Lufthansa, estamos fazendo tudo o que está ao nosso alcance para manter as cadeias de abastecimento. Isso requer não apenas uma enorme flexibilidade por parte dos nossos colegas envolvidos, mas também uma ação decisiva por parte dos políticos internacionais, por exemplo em regulamentos especiais para as tripulações que entram em um país”, disse Dorothea.

O voo mais recente do 747-8 até a Índia – Imagem: RadarBox

Imagem: Lufthansa Cargo/Oliver Rösler

“Para equipamentos médicos, como concentradores de oxigênio ou outras remessas urgentes e sensíveis, individuais, um transporte transparente e 100% confiável é essencial”, explica Alexander Kohnen, Diretor Administrativo da time:matters.

Segundo reportam as grandes mídias internacionais, como a CNN, a capital indiana Déli está ficando sem espaço para cremação dos mortos e a contaminação tem se espalhado assustadoramente de cidade a cidade. Em uma cena impressionante, um repórter da emissora norte-americana mostra diversas fogueiras a céu aberto, que, incrivelmente, são parte de uma operação de cremação do país.

A CNN alerta que a situação na Índia é uma grande preocupação para o mundo todo, pois uma taxa tão elevada de contaminações aumenta substancialmente a chance de ocorrência de mutações no coronavírus, podendo gerar cepas ainda mais contagiosas e/ou mais prejudiciais à saúde.

Sair da versão mobile